Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Identidade cultural

Cremos que a facilidade da língua, a identidade cultural, as facilidades logísticas e a proximidade política fazem dos países de língua portuguesa, os PNAs e PMAs dentro deles, bem como seus cidadãos dispersos pelo mundo a prioridade missionária da Igreja Brasileira. Por isso vamos realizar o Segundo Encontro Missionário da Língua Portuguesa, em Santo André – SP, nos dias 15 e 16 de setembro.

Faça sua inscrição gratuita na página do evento: www.facebook.com/events/781325855407593/.

17 anos da AMME evangelizar

“Uma pessoa sozinha pode ser vencida, mas duas conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe facilmente” Ec 4:12. A AMME faz aniversário e propõe a unidade em missões com tema da celebração. Isso deve nos lembrar que há milhões de crianças, adolescentes e jovens sozinhos sendo vencidos pelo pecado. Quando missionários da AMME, voluntários e igrejas se juntam a eles, então podem se defender. Quando intercessores, mantenedores e parceiros se unem a nós, a unidade é completa e esse cordão de três dobras não pode ser rompido facilmente.

No próximo dia 10 de agosto a Agência Missionária de Mobilização Evangelística – AMME completa 17 anos de fundação. Iniciada nos primeiros dias de janeiro do ano 2000, a agência missionária reuniu sua Assembléia para a reunião de fundação no dia 10 de agosto daquele mesmo ano, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. A Agência Missionária foi fundada a partir de uma visão que o pastor José Bernardo teve enquanto estudava a Segunda Carta a Timóteo, no dia 11 de agosto de 1997. Nessa mesma data, no ano 2010, a AMME iniciou a construção da Base Missionária Cidade Forte.

Essas datas são marcos na obra missionária brasileira pois a AMME já proporcionou a evangelização de mais de 140 milhões de pessoas desde a sua fundação, mobilizando, treinando e suprindo mais de 50 mil igrejas evangélicas no Brasil. É o principal ministério brasileiro na evangelização e coopera com grandes ministérios internacionais para um movimento global de evangelização, a Visão 2030. Celebre conosco essa grande festa.

Parceria entre APEC e AMME

A AMME evangelizar segue o trabalho pelo Brasil. Neste sábado (29), a agência missionária realizou em Salvador – BA um treinamento em parceria com a APEC. A oficina foi realizada nas instalações da APEC na capital baiana e contou com a participação de centenas de pastores e líderes de ministério da região.

O treinamento foi dado pela missionária Cybelle (foto) e ela apresentou o método de evangelização do programa +amigos. A representante da APEC também falou sobre os livros “Os Amigos de Jesus”, voltado para a evangelização de crianças entre 3 e 5 anos, “A História de Deus”, direcionado para crianças entre 6 e 10 anos, e “O Livro de Marcos”, destinado ao público adolescente e jovem.

Além das oficinas e dos materiais da AMME evangelizar, a APEC também marcou presença com as suas ferramentas evangelísticas e organizou o treinamento. O ministério parceiro da AMME tem trabalhado ativamente pela evangelização das novas gerações em todo o país.

Para saber mais informações sobre treinamentos da AMME, entre em contato pelo telefone (11) 4428-3222 ou através do e-mail portal@ammeevangelizar.org.

Aprendizado

A AMME evangelizar completa 17 anos de existência no próximo mês. Em 10 de agosto de 2000 uma assembleia geral foi realizada na Ilha do Governador – RJ e marcou a fundação oficial da agência missionária. Desde então, a AMME cresceu, se espalhou por todo o território brasileiro e já alcançou mais de 140 milhões de pessoas com a mensagem do Evangelho.

Para celebrar mais um ano de sustento do Senhor, falaremos nos próximos dias sobre a história da agência missionária através das pessoas que ajudaram a construí-la. O primeiro testemunho é do missionário Carlos Coutinho, que está no ministério desde 2002.

Após trabalhar na Sociedade Bíblica do Brasil e ter conhecido a AMME evangelizar ao expor livros da SBB durante um treinamento realizado pela agência missionária, Carlos foi convidado a fazer parte da equipe de missionários e, desde então, leva consigo muitas histórias e lembranças.

Confira o depoimento dele na íntegra:

“Eu entrei na AMME em 2002. Por volta dessa época, eu trabalhava com a Sociedade Bíblica do Brasil e a AMME tinha uma missionária chamada Tânia, que também trabalhava comigo na SBB e me indicou ao pastor José Bernardo. Lembro que ele permitiu que eu expusesse alguns livros da SBB durante um treinamento que ele realizaria em São Paulo e, a partir daí, me aproximei dele e, consequentemente, da AMME evangelizar. Após um tempo, ele me convidou para trabalhar como missionário em tempo integral.

Lembro que meu primeiro desafio foi levantar recursos. Nós tínhamos um projeto chamado “Como irão se não forem enviados?”. Eram uns folders amarelos que nós enviávamos para todo o Brasil e eu entrei justamente com a missão de levantar recursos para possibilitar o transporte da carga. Depois de um tempo o Bernardo me convidou para trabalhar com o projeto Frutificar, uma conferência profética que contava com uma série de palestras. A minha missão era marcar essas palestras pelo Brasil inteiro e nós rodamos quase todo o país com esse projeto. Depois de promover essas conferências, eu fiquei responsável por cuidar da região sul do Brasil, ou seja, motivar, treinar e distribuir os livros evangelísticos às igrejas.

Entre o final de 2004 e começo de 2005, o Bernardo chamou todos os missionários, abriu o mapa do Brasil e aí cada missionário pegou uma determinada região do país para trabalhar. Eu me lembro de ter ficado com o Rio Grande do Sul e uma parte de Santa Catarina. Após um tempo, assumi a coordenação de toda a região sul do país, função que ocupo até hoje. Além disso, também me tornei responsável pela distribuição de materiais e treinamentos em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Eu teria muitas outras histórias para contar, mas o que posso dizer é que a oportunidade de trabalhar na AMME evangelizar me mudou para melhor como pessoa. Os últimos 15 anos têm sido de grande aprendizado, pois até a minha visão para evangelizar foi ampliada. Tive a oportunidade participar de tantos projetos que fizeram a diferença nas vidas das pessoas, e na minha também. Lembro da Escola Avançada de Evangelização, por exemplo, quando cheguei a ter três escolas no sul do país. Foi uma época de muito trabalho, mas algo extremamente gratificante. A AMME é uma escola para quem trabalha nela.

Percebo que poucas missões fazem o que a AMME faz no Brasil. Nós trabalhamos para mostrar que as novas gerações são o presente e futuro da Igreja Evangélica e procuramos fazer isso pautados no Evangelho. Além de tudo isso, poucos ministérios oferecerem materiais de evangelização e capacitação como nós. Então eu creio que esse ministério é fundamental para ajudar a Igreja Evangélica Brasileira a evangelizar”.

Encontro Missionário da Língua Portuguesa

O português é uma das línguas oficiais de nove países no planeta e tem cerca de 250 milhões de falantes em toda a Terra. O potencial missionário é enorme não somente nos países lusófonos, mas também entre os emigrantes de fala portuguesa que vivem em outras nações. O trabalho, contudo, é árduo. Há a necessidade de planejamento, parceria e organização para que a mensagem do Evangelho chegue aos diversos povos não alcançados nos países do bloco lusofônico. É por isso que a AMME evangelizar e OneHope organizarão em setembro deste ano a 2ª edição do Encontro Missionário da Língua Portuguesa.

O presidente da AMME evangelizar e vice-presidente da OneHope, José Bernardo, afirma que alcançar as novas gerações dos países lusofônicos deve ser uma das prioridades missionárias da Igreja Brasileira. “Creio que a proximidade que a língua permite define os países que falam o português e seus emigrantes como prioridade missionária para a Igreja Brasileira. Eles são a nossa Judéia e nós estamos trabalhando para alcançá-los”.

A programação da semana terá debates sobre como melhorar as formas de comunicação do Evangelho às crianças, adolescentes e jovens nos países de língua portuguesa. O intuito é reunir representantes dos países lusófonos comprometidos com a Visão 2030 e planejar a evangelização nestas nações para o próximo ano.

Para o diretor regional da OneHope, Eliel Millan Cesar, o encontro é essencial para abordar sobre a urgência na evangelização nos países de língua portuguesa. “É necessário um engajamento para a pregação da Palavra nessas regiões. Por isso é muito importante que tenhamos uma cooperação internacional”.

Além das reuniões exclusivas com os representantes de cada país, o Encontro também tem eventos abertos ao público interessado em se aprofundar sobre os desafios missionários de cada nação. A sessão de navegação, por exemplo, é um dos momentos mais importantes da programação, pois permite um contato direto com os coordenadores de cada região.

Os painéis de navegação são micro seminários rotativos divididos em quatro partes nos dois dias de programação aberta ao público. Durante o 2º Encontro Missionário da Língua Portuguesa, essas sessões serão realizadas nos dias 15 e 16 de setembro e o público presente terá a oportunidade de conhecer mais a fundo sobre as necessidades da Igreja em cada uma dessas nações.

Se você deseja participar dos eventos, reserve essas datas e faça sua inscrição através de nosso formulário online. no seguinte link: goo.gl/xkC99Q.

Impacto no sertão nordestino

Alcançar os povos minoritários com a mensagem do Evangelho é uma das prioridades da AMME evangelizar. Por isso ela auxilia as igrejas e ministérios que trabalham pela evangelização desses grupos. Os sertanejos são um deles e a agência missionária tem feito parcerias para que a Palavra de Deus chegue às minorias.

Desde o dia 15 de julho, um grupo de missionários coordenados pelo missionário Tio Pedro tem trabalhado pelo sertão da Paraíba no projeto “Impacto no Sertão da Paraíba”. A base missionária foi instalada na cidade de São José do Caiana – PB e, entre as diversas organizações envolvidas, está a AMME evangelizar, representada pela missionária Vasti Rocha e pelos jovens Arthur Guedes e Mayara Correia, que participaram da escola de liderança Pacificadores no início deste ano.

O trabalho consiste em atividades de evangelização, com uma primeira abordagem feita por meio da conversa e da construção da amizade. Após esse primeiro contato, o grupo faz esquetes teatrais e louvor com as crianças de cada região. Após isso, elas são convidadas a participar do culto e recebem doações de roupas e outros utensílios.

Para evangelizar, a equipe de missionários trabalha com a mesma ferramenta utilizada durante a evangelização realizada no Projeto São João, em junho deste ano. O material de apoio consiste em um livreto com as passagens sobre a vida de João Batista no Evangelho de João em formato de cordel.

Até o momento, o Impacto no Sertão Paraibano já passou por diversos municípios do estado, como: Mata Velha, Varejão, Serra Grande, Pimenta, Surrão, Condado, Riacho do Meio, Bolecas, Boa Vista, Deserto 1 e 2, Neves, Vila Mocó e Barra.

Para a missionária da AMME evangelizar, Vasti Rocha, esse projeto é extremamente importante devido a necessidade do sertanejo conhecer a Palavra de Deus. “A necessidade de Jesus que nossos sertanejos têm é imensa. Para um povo, em sua maioria sem perspectiva, somente a esperança que Jesus nos dá pode fazer efeito na vida deles. Tem sido um privilégio fazer parte dessa ação”, afirmou.

Além da AMME evangelizar, a equipe que está participando do projeto tem missionários de outras regiões do Brasil, como: São Paulo, Minas Gerais, Brasília e Paraíba. Há também voluntários vindos da Coréia do Sul, França, Austrália, Havaí e Estados Unidos. O projeto Impacto no Sertão da Paraíba vai até o dia 30 de julho. Ore por todos os envolvidos na ação!

Criatividade para liderar

Nós cremos que adolescentes e jovens podem viver em santidade e cumprir a missão da Igreja. Por isso realizamos o Pacificadores, a escola de liderança para adolescentes e jovens. Não é acampamento e nem retiro, mas uma escola com metodologia interessante, dinâmica, alegre e desafiadora.

Em 2018, o tema do PACI será “Criação: crer e agir – a criatividade como habilidade para resolver problemas e liderar”. O currículo se concentrará no ensino e no exercício da habilidade de criação (criatividade) para solucionar problemas de liderança.

O princípio básico é que a criação é essencial para a liderança, já que todas as pessoas têm criatividade e precisam aprender a utilizá-la. Os cristãos, inclusive, são especialmente capacitados pela Palavra e pelo Espírito da Criação.

As reservas de vagas já podem ser pedidas à AMME, comunicando por email o nome completo do aluno, idade e dados para contato. Posteriormente as informações e documentos de inscrição serão enviados para formalizar o processo seletivo. Para pré-inscrição preencha o formulário on-line em goo.gl/forms/imtThmnO9Nofdmto1.

O Pacificadores acontecerá entre os dias 7 e 21 de janeiro de 2018, em Ibiúna – SP, e serão aceitos alunos de 14 a 24 anos, além de líderes adultos de adolescentes e jovens que estejam acompanhando pelo menos dois de seus liderados.

Oficina +amigos em SP

As pessoas ao nosso redor precisam aprender a se relacionar com Jesus, esse deve ser o propósito da evangelização. O que falta para muitos atualmente é desenvolver uma amizade verdadeira, de modo que Ele se torne seu melhor amigo. É por isso que a AMME evangelizar oferece a oficina +amigos, com o intuito de fazer com que as pessoas se relacionem com Cristo e estejam preparadas para apresentar os elementos fundamentais do relacionamento com Deus aos que não foram alcançados.

Durante os 15 dias do Pacificadores 2017, realizado em janeiro na cidade de Ibiúna – SP, cerca de 100 adolescentes e jovens aprenderam os conceitos do programa +amigos e foram encorajados a continuar o trabalho em suas comunidades locais. Muitos líderes da nova geração abraçaram o desafio e estão colocando em prática os ensinamentos da escola de liderança da AMME.

Neste final de semana, por exemplo, um grupo de adolescentes e jovens da Igreja de Deus em Osasco treinou representantes de outras quatro congregações da região. O treinamento foi realizado na cidade de Itapevi, em São Paulo, e os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o programa +amigos. O objetivo é que cada um leve a ferramenta para implantar como modelo de evangelismo em suas respectivas igrejas. Ao final da oficina, o grupo composto por 45 jovens foi às ruas e evangelizou 225 pessoas.

O que é a oficina +amigos?

Ela prepara os membros de sua igreja para evangelizar ensinando cinco elementos do relacionamento com Deus. Partindo da figura da amizade, proposta por Jesus conforme João 15:15, os participantes aprendem a guiar outros a um relacionamento verdadeiro e intenso com Deus em Jesus Cristo. Também estabelecem relacionamentos com as pessoas até integrá-las na igreja e seu próprio relacionamento com Jesus é fortalecido.

Se você é pastor ou líder de ministério de sua igreja e tem interesse em solicitar a oficina +amigos, entre em contato conosco pelo telefone (11) 4428 3222 ou através do e-mail portal@ammeevangelizar.org.

Capacitação em Salvador

A AMME evangelizar tem como propósito ajudar as igrejas evangélicas brasileiras a cumprir a sua missão de levar a Palavra de Deus a todo o mundo. Por isso, a agência missionária treina, supre, motiva e apoia estrategicamente igrejas de todo o país para o cumprimento desse mandamento.

Uma das formas da AMME auxiliar é por meio de treinamentos às igrejas com a utilização dos materiais evangelísticos que desenvolve. No próximo dia 29 de julho, a missionária Cybelle dará uma oficina nas instalações da APEC em Salvador – BA.

O treinamento será baseado nos livros de evangelização “Os Amigos de Jesus”, “A História de Deus” e “O Livro de Marcos”. Durante a oficina, Cybelle ensinará como utilizar as ferramentas de evangelização de forma correta para alcançar crianças, adolescentes e jovens.

Vale ressaltar que serão montadas duas turmas distintas. A primeira turma fará o treinamento das 9h às 12h. A segunda turma, por sua vez, participará da oficina das 14h às 17h. Quem participar da primeira parte não participará da segunda e vice-versa.

Para saber mais informações sobre o treinamento em Salvador e garantir sua vaga, entre em contato a missionária Cybelle pelos telefones (71) 3329-2883 e (71) 99250-0100 ou através do e-mail apec_ba@hotmail.com.

Resposta de oração

Tercival Campestre Barbosa é pastor da Comunidade Evangélica Deus é Bom, em Santo André – SP. Há alguns dias, ele e o grupo de pastores da igreja oravam buscando uma direção de Deus para que pudessem evangelizar crianças, adolescentes e jovens. Pouco tempo depois, o pastor teve acesso a um dos livros evangelísticos da AMME, se encantou com o conteúdo e foi até o escritório central da agência missionária para conhecer melhor os projetos desenvolvidos por ela.

“Dentro da igreja nós temos uma biblioteca de livros doados pela comunidade. Em meio a mais de 1000 títulos, Deus me mostrou uma revista da AMME evangelizar. Até então eu nunca tinha ouvido falar desse ministério, mas fiquei encantado com o conteúdo e entrei em contato com a missionária Rosana para saber mais informações sobre os materiais de evangelização produzidos por ela”, afirmou.

Para o pastor, a história é uma clara resposta de Deus às orações que ele e o grupo de líderes da igreja haviam feito nos últimos dias. Ele, inclusive, ficou surpreso ao saber que o escritório central da AMME evangelizar ficava a cerca de 3km de distância da sede da igreja.

“Fiquei muito surpreso quando vi o endereço de vocês porque estamos muito próximos e, até então, eu nunca tinha ouvido falar. Eu vi a literatura e achei ela muito bem feita, tanto o conteúdo de texto quanto o estilo gráfico, percebi que ela atrai as crianças, adolescentes e jovens”, declarou. “Está muito claro para mim que essa é uma resposta de Deus, fico emocionado só de pensar”.

Além de ter o desejo de implantar o método de evangelização criativa em sua igreja, Tercival também tem o objetivo de apresentar a Palavra de Deus nos hospitais em que trabalha como técnico de enfermagem.

“Quero treinar a minha igreja e também levar esses materiais para evangelizar os mais jovens nos hospitais em que trabalho. Além de pastor, sou técnico de enfermagem e lido diretamente com o setor de pediatria, então acredito que os livros da AMME podem ser muito úteis naquele ambiente também. A ideia é fazer uma capelania evangélica dentro do hospital e evangelizar as crianças e seus responsáveis”.

Apesar de todas as ideias, ele reconhece que necessita de ajuda para colocá-las em prática. “Eu não tenho experiência nesse tipo de trabalho e preciso de ajuda. Em 1984 eu fiz um curso da APEC para a evangelização de crianças, então nós trabalhávamos com marionetes e apresentávamos o Evangelho e a história de Jesus por meio disso. Mas depois de um tempo o trabalho terminou e agora nós queremos retomar essa questão, por isso precisamos do auxílio de quem tenha vivência nesse assunto”, disse. “O que me faltava era o método para trabalhar, mas agora com esse respaldo da AMME evangelizar eu vou tentar colocar em prática esses projetos”, concluiu.

Page 11 of 259« Home...910111213...203040...Última »