Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Bookmark and Share

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

Bookmark and Share

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

Bookmark and Share

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (7877)

Bookmark and Share

3. Você está na luz?

#PACI17 – faltam 18 dias

“9 Quem afirma estar na luz mas odeia seu irmão, continua nas trevas.10 Quem ama seu irmão permanece na luz, e nele[c] não há causa de tropeço. 11 Mas quem odeia seu irmão está nas trevas e anda nas trevas; não sabe para onde vai, porque as trevas o cegaram.” 1João 2:9-11

‘Que o amor seja eterno enquanto durar’, são assim os relacionamentos no mundo em que vivemos. Não há fidelidade, não há perseverança, não há Deus e por isso não há eternidade. Não pode ser assim entre aqueles que andam na luz do Evangelho. Deve haver uma diferença e esse texto vai nos ensinar sobre isso.

[Ver] O que você vê nesse texto?

No capítulo anterior, em 1João 1:5-7, João já falou sobre estar na luz ou nas trevas. Falou da comunhão com Deus e introduziu o tema da comunhão com o próximo quando disse: “Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros”. Nessa passagem, somos trazidos novamente ao ambiente da luz, agora para falar especialmente da comunhão com nossos irmãos.

Há um termo que precisa ser corretamente definido nessa passagem, para que sua compreensão seja perfeita. O verbo traduzido duas vezes como ‘odiar’ tem um sentido comparativo, significando ‘amar menos’, como aplicado às outras pessoas em relação a Jesus em Lucas 14:26. Lá aprendemos que, para ser discípulo de Jesus, é necessário amar a qualquer pessoa, até a si mesmo, menos do que se ama a ele. Aqui se diz que quem está na luz não pode amar menos o seu irmão.

  • O que é a luz nessa passagem e como saber se alguém está nela? “Quem ama seu irmão permanece na luz…” ¬– nos versos anteriores, 7 e 8, a luz está relacionada com os mandamentos da mensagem inicial do Evangelho e da mensagem apostólica da presente carta. Portanto, a luz tem aqui o significado do conhecimento do Evangelho e de sua aplicação prática. Sabemos que alguém conhece o Evangelho e vive conforme ele quando ama seu irmão.
  • Como o texto diz que o amor pelo irmão se manifesta? “…e nele não há causa de tropeço.” – o amor cristão é novamente apresentado como um conjunto de ações práticas. Nessa passagem o aspecto prático é que a pessoa que ama não apresenta causas de tropeço, pedras salientes ou o gatilho de uma armadilha que poderiam levar os outros ao prejuízo.
  • O que são as trevas e que relação tem com elas quem ama menos ao seu irmão? “… está nas trevas e anda nas trevas …as trevas o cegaram.” – Se luz aqui é o conhecimento do Evangelho, então trevas é o desconhecimento dele. Quem ama de menos seu irmão está na ignorância, anda nas trevas e anda sem rumo porque as trevas o deixam cego.

[Ouvir] O que você ouve nesse texto?

Uma vez que encontramos um sentido comparativo em ‘odiar’, devemos entender como quem vive longe da luz do Evangelho ‘ama menos’ seu irmão. A primeira ideia que nos ocorre é que quem anda nas trevas da ignorância do Evangelho ‘ama menos’ do que o Evangelho orienta que ame.

  • Ora, bem nos lembramos do segundo mandamento que é semelhante ao primeiro: “E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.” Marcos 12:31. Se levarmos em conta essa luz, nós não estamos nela se amamos ao irmão menos do que a nós mesmos, se somos egocêntricos, se nosso ego está no centro e não Deus que nos manda amar o próximo como a nós mesmos.
  • Mas João pode estar lembrando do ensino posterior de Jesus, como ele mesmo relatou: “Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros.” João 13:34. Portanto, se não amamos um irmão como Jesus o amou, não estamos na nessa luz. É um passo adiante, maior profundidade bíblica.
  • Outra forma de entender esse texto é saber que quando fazemos nosso irmão tropeçar, quando nos tornamos uma pedra saliente na qual ele se machuca, ou o gatilho de uma armadilha na qual ele fica preso, então fica provado que amamos menos o nosso irmão e estamos em trevas, sem saber para onde vamos.
  • Finalmente, podemos tomar essa passagem pelo aspecto prático dos relacionamentos: o desgaste. Pode ser que depois de um tempo, com tantos problemas que surgem nos relacionamentos, estejamos amando menos nosso irmão do que amávamos antes. Na falta de perdão, no acúmulo de mágoas, o relacionamento azeda e o amor arrefece. Mas, um amor que diminui, que desiste, esse não é o amor que há na luz do Evangelho e Jesus se opõe a isso (Ap 2:4).

[Sentir] O que você sente nesse texto?

Esse texto nos chama a examinar se amamos nosso irmão como a Bíblia orienta, como a nós mesmos, como o Senhor Jesus o amou, sem causar tropeço ou dano, como amamos antes. A intensidade do amor aos irmãos é a prova de que estamos na luz do Evangelho, de que verdadeiramente fomos iluminados pela mensagem de Jesus. Considerando isso, volte ao texto e responda:

  • [-] Que coisas esse texto leva você a tirar de sua vida?
  • [+] Que coisas esse texto leva você a somar à sua vida?
  • [/] Que coisas esse texto leva você a dividir com os outros?
  • [x] Que coisas esse texto orienta para multiplicar o Reino?

…………………………………………………
Para mais estudos bíblicos em 1João veja:

01. Você tem comunhão com Deus? 1João 1:5-7
02. Você conhece Jesus? 1João 2:3-6
03. Você está na luz? 1João 2:9-11
04. Você tem o amor do Pai? 1João 2:15-17
05. Você tem o Pai? João 2:22,23
06. Você permanece no Filho e no Pai? 1João 2:24,25
07. Você permanece em Jesus? 1João 3:4-6
08. Você é nascido de Deus? 1João 3:7-10
09. Você já passou para a vida? João 3:11-15
10. Você sabe o que é amor? 1João 3:16-18
11. Você sabe se é da verdade? 1João 3:19-23
12. Você reconhece o Espírito de Deus? 1João 3:24-4:3
13. Você reconhece o Espírito da verdade? 1João 4:4-6
14. Você é nascido de Deus? 1João 4:7-12
15. Você permanece em Deus? 1João 4:13-16
16. Você ama a Deus? 1João 4:19-21
17. Você ama os filhos de Deus? 1João 5:1-3
18. Você tem a vida? 1João 5:10-13
19. Você é ouvido por Deus? 1João 5:14-17
20. Você é nascido de Deus? 1João 5:18-21

Bookmark and Share

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>