Warning: mysql_query(): supplied argument is not a valid MySQL-Link resource in /home/storage/e/67/a9/evangelizabrasil1/public_html/wp-content/plugins/wordpress-form-manager/db.php on line 35

Warning: mysql_num_rows(): supplied argument is not a valid MySQL result resource in /home/storage/e/67/a9/evangelizabrasil1/public_html/wp-content/plugins/wordpress-form-manager/db.php on line 741
(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Artigos | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Liderança (Ideia 1)

O pastor José Bernardo fala sobre a importância do treinamento na Igreja. […]

Não tenham medo

Mensagem do pastor José Bernardo, presidente da AMME e do ministério Salva Vidas para o ano novo. […]

Evangelizando com cores

Em nosso artigo ‘Bracelete da Salvação‘ falamos da história da evangelização com cores e como Spurgeon, Moood e Taylor usaram esse importante recurso na evangelização. Faltou falar de Martinho Lutero, que dois séculos antes criou o selo abaixo para ilustrar os fundamentos do Evangelho, usando cores e símbolos.

Martinho Lutero começou com a […]

Ao Evangelho verdadeiro

Portal da Evangelização, 28 de outubro de 2012
Nessa edição
Veja essa carta em que o pastor José Bernardo apresenta os principais problemas no tipo de evangelho que adolescentes e jovens estão vivendo em nossas igrejas.
Ao Evangelho verdadeiro

Aos pais de adolescentes e jovens, aos pastores e líderes de ministérios, paz e alegria do Senhor.

Escrevo cheio de receio e pesar, inconformado com o tipo decristianismo mole e ineficiente que muitos de nossos adolescentes e jovens estão vivendo. Escrevo a vocês porque estou convicto de que a pregação, mal anunciada ou mal entendida, causou isso.

Quando pregamos que aquele que invocar o nome do Senhor será salvo, falávamos de salvação da destruição eterna. Contudo, nossos jovens e adolescentes entenderam que seriam salvos de todos os impedimentos para a completa realização dos desejos da carne. Então a santificação deixou de fazer parte da religião deles, porque vai contra essa estranha salvação. Leia mais »

#Quinta carta

O pastor José Bernardo, presidente da AMME Evangelizar e do ministério Salva Vidas tem pesquisado sobre o desvio de adolescentes e jovens e se propôs a apresentar as principais causas do problema em cinco cartas dirigidas à Igreja Brasileira. Aqui está a quinta carta. [Veja aqui] as anteriores.

À Igreja Brasileira,
pastores, líderes, pais e adolescentes, saudações em Cristo. Nessa quinta e última carta das que planejei escrever sobre as causas do desvio de adolescentes e jovens. Agora devo falar das amizades dos adolescentes e sua sociabilidade como impulso para a perseverança ou para o desvio da fé.

Escapa aos adultos a grande importância da socialização para os adolescentes. A interação social se destaca justamente no início da idade escolar e percorre todo o caminho através da adolescência. Começa com o grupo transitório que se forma conforme a oportunidade, se torna mais formal na pré-adolescência com o clube dos meninos e o clube das meninas e chega ao extremo com as quase gangs de adolescentes. Os pais ficam de lado, sem entender como seus pré-adolescentes, antes tão falantes, agora adolescentes apenas murmuram monossílabos, enquanto passam horas conversando, rindo e chorando ao telefone.

Vários fatores determinam a fome dos adolescentes pela socialização que, às vezes, toma a forma de paixões avassaladoras e de experimentação sexual. Primeiro há o processo de construção da identidade, que tira os adolescentes de casa, onde são infantilizados, e os leva para outros coletivos, onde estreiam com novo status, mais coerente com as mudanças físicas e emocionais que experimentam. Outro fator é a fome pelo novo que está ligada à diminuição da capacidade de sentir satisfação. Novos relacionamentos trazem a possibilidade de experiências satisfatórias, por isso são tão necessários em quantidade e variedade. Leia mais »

Porque seguir Cristo?

José Bernardo

“Então, ele foi para casa. Não obstante, a multidão afluiu de novo, de tal modo que nem podiam comer. E, quando os parentes de Jesus ouviram isto, saíram para o prender; porque diziam: Está fora de si. Os escribas, que haviam descido de Jerusalém, diziam: Ele está possesso de Belzebu. É pelo maioral dos demônios que expele os demônios.” Mc 3:20-22

Muitas pessoas rapidamente abandonam Cristo quando a perseguição começa. Esses tais fazem parte dos milhares, milhões que vêm para a Igreja por causa dos milagres, pela possibilidade de enriquecer, para desfrutar da música e entretenimento, das amizades e à procura de companhia. A perseguição frustra profundamente a expectativa de uma religião que produza bem estar, como é anunciada pelo novo marketing religioso. O texto que temos diante de nós trata justamente desse tema e nos leva a refletir sobre nossos motivos para seguir Cristo e se, com eles, podemos perseverar na fé.

Gente muito especial
O capítulo começa descrevendo a popularidade de Jesus. Uma multidão seguia Jesus por causa das curas que ele fazia. Marcos diz que “todos os que padeciam de qualquer enfermidade se arrojavam a ele para o tocar.” (Mc 3:10). A pressão da multidão era tanta que Jesus recomendou aos seus discípulos que, enquanto ministrava na praia, deixassem à mão um barco em que ele pudesse se abrigar para continuar ministrando.

Marcos relata que, em dado momento, Jesus chamou a pessoas que escolheu de entre a multidão (Mc 3:13). Quantos seriam? Uns 70? Talvez. O fato é que os tais devem terem sentido-se bastante especiais com o destaque que receberam. Então, dentre esses escolhidos, Jesus designou 12: a) para estarem com ele; b) para os enviar a pregar; c) para exercer autoridade de expelir demônios. É provável que, enquanto caminhavam para a casa de Jesus, aqueles doze homens se sentiram privilegiados e imaginavam que vantagens e grandes benefícios viriam com a posição tão especial que tinham agora. Leia mais »

#Quarta carta

A quarta de cinco cartas sobre as causas do desvio de adolescentes e jovens. […]

Enfrentar ou fugir

Mensagem da série Resistência Evangélica. […]

Alegrem-se e regozijem-se

Mensagem proferida no primeiro encontro de Resistência Evangélica. […]

O desfile da injustiça

Artigo de Resistência Evangélica denunciando a escalada de violência contra os evangélicos promovida pelas ações do governo. […]

Page 1 of 212