FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> 04. Aos participantes da Seara | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

04. Aos participantes da Seara

Esta é uma mensagem de estímulo a todos os mantenedores da AMME Evangelizar. Somos muitos, espalhados pelo Brasil. Juntos formamos um grupo de pessoas que atuam em diferentes áreas. Todos pelo anuncio do Reino de Deus e preparação da igreja brasileira para o encontro com Cristo. Fazemos por obediência e amor. E o Senhor reparte conosco a alegria divina de colher frutos para sua glória.

Será que alguém lhe trouxe comida?

Será que alguém lhe trouxe comida? foi a pergunta que os discípulos se fizeram quando Jesus recusou o almoço, em João 4:33b. Em nossa cultura esse tipo de questionamento é comum. Você chega em casa, e se disser que não quer comer, deduz-se que você comeu em algum lugar pelo caminho. E mesmo que você simplesmente não esteja com fome naquele momento, vai precisar justificar. Tem que ter uma explicação.

Os discípulos voltavam do mercado trazendo o almoço. Mas Jesus, tão interessado na salvação daquelas pessoas, quis continuar o que havia começado. Ele respondeu: “A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e concluir a sua obra” (v. 34). Jesus estava faminto por concluir a obra do Pai. Seus sentidos espirituais estavam mais aguçados. A fome física ficou para segundo, terceiro, quarto … plano.

Os discípulos mal compreendiam o que estava acontecendo. A comida que lhes supria não interessava a Jesus. Eles estavam abastecidos de coisas que não ajudavam a concluir a obra de Deus. Jesus tenta fazê-los enxergar além, preparando-os para o ministério que continuariam. Aos discípulos caberia a pergunta: Será que alguém lhes trouxe comida? Vocês se alimentaram em outro lugar? Precisamos ter a fome que indica as prioridades do Mestre.

Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. Vistam-se de toda armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo. (Ef. 6: 10 e 11)

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>