Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Bookmark and Share

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

Bookmark and Share

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

Bookmark and Share

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (7379)

Bookmark and Share

#Quinta carta

O pastor José Bernardo, presidente da AMME Evangelizar e do ministério Salva Vidas tem pesquisado sobre o desvio de adolescentes e jovens e se propôs a apresentar as principais causas do problema em cinco cartas dirigidas à Igreja Brasileira. Aqui está a quinta carta. [Veja aqui] as anteriores.

À Igreja Brasileira,
pastores, líderes, pais e adolescentes, saudações em Cristo. Nessa quinta e última carta das que planejei escrever sobre as causas do desvio de adolescentes e jovens. Agora devo falar das amizades dos adolescentes e sua sociabilidade como impulso para a perseverança ou para o desvio da fé.

Escapa aos adultos a grande importância da socialização para os adolescentes. A interação social se destaca justamente no início da idade escolar e percorre todo o caminho através da adolescência. Começa com o grupo transitório que se forma conforme a oportunidade, se torna mais formal na pré-adolescência com o clube dos meninos e o clube das meninas e chega ao extremo com as quase gangs de adolescentes. Os pais ficam de lado, sem entender como seus pré-adolescentes, antes tão falantes, agora adolescentes apenas murmuram monossílabos, enquanto passam horas conversando, rindo e chorando ao telefone.

Vários fatores determinam a fome dos adolescentes pela socialização que, às vezes, toma a forma de paixões avassaladoras e de experimentação sexual. Primeiro há o processo de construção da identidade, que tira os adolescentes de casa, onde são infantilizados, e os leva para outros coletivos, onde estreiam com novo status, mais coerente com as mudanças físicas e emocionais que experimentam. Outro fator é a fome pelo novo que está ligada à diminuição da capacidade de sentir satisfação. Novos relacionamentos trazem a possibilidade de experiências satisfatórias, por isso são tão necessários em quantidade e variedade.

A confusão de identidade causada pelos ajustes cerebrais às novas proporções do corpo faz com que o adolescente dependa muito do reflexo que os amigos podem oferecer, para alimentar sua nova identidade. A aceitação ou rejeição do grupo, os elogios, a admiração, o status – tudo isso é decisivo para compor a nova identidade. Esse quadro é ainda complementado pela aceleração emocional. O adolescente funciona melhor quando motivado por emoções primárias. Paixão, ira, nojo, medo, as emoções primárias se desenvolvem intensamente desde a puberdade, estão no âmbito dos relacionamentos e são o recurso que os adolescentes têm para perceberem o mundo e fazerem suas escolhas.

E como se explica que os relacionamentos afetem tanto a vida e a fé dos adolescentes? Um indício disso é que sempre os ouvimos dizer: ‘Foi ele quem começou’, ‘Todo mundo fez’, ‘Não sei o que me deu na cabeça’, ‘Não sei porque fiz isso’ – Essas desculpas que parecem muito esfarrapadas para os adultos, são a essência da verdade no caso dos adolescentes. A causa está no que hoje se chama de neurônios espelhos, conjuntos de células em nosso cérebro especializadas em imitar. Cada vez mais a ciência descobre a importância da imitação no aprendizado e isso deveria funcionar a favor dos adolescentes que tem tanto a aprender, mas algumas vezes funciona contra eles. O cérebro adulto tem bloqueios à imitação que entram em ação muito rapidamente, já o cérebro adolescente não está estruturado para parar de imitar, pois tem muito que aprender. É natural que eles imitem os comportamentos ao seu redor e aqui está o problema.

Veja os seus adolescentes. Quem são os amigos deles? O que eles pensam? Sobre o que conversam? O que fazem? Isso define se vão perseverar ou desistir da fé pois os adolescentes certamente imitarão os comportamentos das pessoas com quem convivem. O apóstolo Paulo se referiu a isso dizendo: “Irmãos, sede imitadores meus e observai os que andam segundo o modelo que tendes em nós.” Fp 3:17. Quando os neurônios espelho dos adolescentes são expostos a comportamentos mundanos, seu cérebro ensaia esses comportamentos usando os mesmos recursos para compreendê-los que usaria se os estivesse fazendo. Cada vez que vêem um comportamento pecaminoso, se torna ainda mais provável que o imitem. Por isso, além de ensinarmos os adolescentes a evitarem as más amizades, precisamos ajudá-los a proverem-se de um grupo de amigos na Igreja que supra suas necessidades de relacionamento e socialização sem expô-los a comportamentos indesejáveis.

Pastores, líderes e pais, peço a vocês que não subestimem a importância dos relacionamentos para os adolescentes e trabalhem para que eles tenham amigos que os ajudem a perseverar. Cuidem para que seus adolescentes estejam profundamente ligados ao Corpo de Cristo, vivendo em perfeita comunhão com outros membros, assim eles imitarão o que é bom e perseverarão na fé.

Seu para evangelizarmos todo mundo,

José Bernardo
AMME Evangelizar

Bookmark and Share

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>