Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (8065)

Fórum Apolo/ Entrevista


O pastor José Bernardo, depois de haver servido como evangelista itinerante desde muito jovem e, mais tarde, como pastor, tendo feito paralelamente uma carreira na administração de empresas, deixou tudo para fundar a AMME Evangelizar, missão que, em onze anos de ministério, ajudou as igrejas a alcançarem cem milhões de pessoas com a mensagem do Evangelho, e se tornou o principal apoio nacional à evangelização.

1. Esse é o segundo ano em que o irmão vem a Campina Grande para trabalhar em parceria com a VINACC. O que o trouxe de volta?

Antes de minha vinda, no ano passado, a AMME já trabalhava com a VINACC havia algum tempo, na atuação de nosso diretor regional, o irmão Edvaldo Oliveira. Era impossível que dois ministérios tão abrangentes não se encontrassem nessa região e é maravilhoso para a Igreja que estejamos cooperando. Então surgiu a oportunidade de fazermos algo mais específico nessa parceria. Eu havia decidido dedicar dois anos ao esforço de ampliar a participação de adolescentes e jovens na Igreja, a VINACC, por outro lado, nescessitava aprofundar o trabalho com esse grupo, então desenvolvi, com minha equipe, um programa e viemos realizá-lo.

2. O que motivou sua dedicação à inclusão de adolescentes e jovens?
Foi o relatório SUPER20, resultado de pesquisas sobre o crescimento da Igreja que a AMME vem desenvolvendo desde sua fundação. Sabemos que 32,71% de todos os crentes brasileiros se converteram quando tinham entre 11 e 17 anos de idade e 25,56% quando tinham entre 18 e 24 anos. Se adicionarmos os que se converteram quando crianças temos que 3 de cada 4 crentes se converteu nesses 20 anos dos 4 aos 24 anos de idade, enquanto eram crianças, adolescentes ou jovens e somente um quarto dos crentes se converteu no resto todo da vida. Por isso a AMME passou a dar especial atenção a esses grupos. Mas enfrentamos uma grande falta de visão em como jovens e, principalmente adolescentes, podem participar como membros da Igreja.

3. Mas hoje há muito mais ministérios, publicações e atividades para adolescentes do que há alguns anos…
Realmente há muito mais movimento nesse setor, e nem sempre isso é um bom sinal. Infelizmente a maioria dos ministérios está indo na contra-mão, segregando esses grupos em cultinhos, shows, atividades paralelas à Igreja, quase somente voltadas para o entrenimento. Muitos ministérios têm sido apenas um passa-tempo, esperando adolescentes e jovens se tornarem adultos para serem ‘crentes de verdade’. Mas nós entendemos que eles devem ser crentes agora, santificarem-se e participarem inteiramente da Igreja. Por isso iniciei o Programa ‘Líder Adolescente’.

4. Como foi a atuação da AMME durante o 13º Encontro da Consciência Cristã no ano passado?
Nós realizamos aqui a sexta edição da nossa Escola de Liderança para Adolescentes e Jovens – Pacificadores. Trouxemos mais de 80 jovens e adolescentes da região e de outros 7 estados. A maioria nunca tinha evangelizado e muitos tinham apenas a já comum religiosidade evangélica que está consumindo a Igreja nesses dias. Nosso propósito foi restaurar a verdadeira espiritualidade, assim, trabalhamos com cinco elementos centrais do culto (adoração, confissão, gratidão, súplica e dedicação). Foi um trabalho intensivo e ao final de três dias víamos uma profunda transformação na vida daqueles participantes. Então nos os colocamos na rua, usando um método de evangelização que desenvolvemos especialmente para esse programa, e eles foram capazes de evangelizar com muitos resultados, afinal a boca fala do que o coração está cheio!

5. E para o 14º encontro, em poucos dias, o que está sendo preparado.
Aproveitando o ânimo e a capacidade que adolescentes e jovens têm para debater suas idéias, temos desenvolvido um programa que denominamos Fórum Apolo. É esse programa que vamos trazer para Campina Grande de 16 a 21 de fevereiro. Vamos envolver adolescentes e jovens com a própria visão da Consciência Cristã. Queremos que, como partes funcionais do Corpo de Cristo, nossos membros mais jovens se envolvam com a apologia bíblica e saibam responder a quem pede razão da nossa fé. Em uma época em que o impacto fragmentador da Pós-modernidade tem diluido o conhecimento bíblico em partículas desconexas e insignificantes, criamos um programa que valorizará as Escrituras para os adolescentes e os jovens e os ensinará a buscar nelas as respostas para as perguntas de nosso tempo. É um programa para adolescentes e jovens que querem ser levados a sério na Igreja.

O Fórum Apolo abriu 200 vagas para adolescentes e jovens até 24 anos de idade, 160 das igrejas de Campina Grande – PB e 40 para participantes de outras cidades e estados. Para participar, faça a inscrição com a VINACC pelo telefone (83) 3342-4654. A inscrição é de 40,00 e inclui o almoço dos 6 dias, apostila, colete e material de campo, além da participação na programação. Não está inclusa a hospedagem e outras refeições. Para sugestão de hotel, fale com Tanisia nos telefones  (83) 3321-3521 ou 9926-1222 (Hotel 40,00 a diária com o café da manhã).

 

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>