Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Bookmark and Share

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

Bookmark and Share

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

Bookmark and Share

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (7797)

Bookmark and Share

Evangelização com texto e contexto

Um dos aspectos evidentes na discussão sobre evangelização mundial em Lausanne III, foi a dificuldade que ainda perdura em ver evangelização e ação social como uma única coisa. A principal razão está na própria sugestão de se discutir missão integral. Na medida em que alguém sugere unir as duas coisas é porque não as considera unidas. Isso prolonga infinitamente a discussão e a torna infrutífera. É como, por exemplo, discutir a superação do racismo reafirmando a diferença entre as raças. Alguém disse que “se é missão, tem que ser integral” e eu colocaria um ponto final.

Pessoalmente, tenho dificuldade em perceber a diferença entre evangelização e ação social. A evangelização é, em si mesma, a excelente e insuperável forma dos cristãos produzirem transformação social. Um bom exemplo disso é Tiago, que insiste em uma fé que se demonstra como boas obras e, então, apresenta o “falar” como a principal obra do cristão: “Se alguém não tropeça no falar, tal homem é perfeito, sendo também capaz de dominar todo o seu corpo.” Tg 3:2. É inegável que, podendo estabelecer qualquer ação que desejasse, Jesus preferiu “falar”. É inquestionável que podendo sugerir qualquer tipo de ação, Jesus preferiu nos enviar a “falar”.

Isso não nos impede de fazer muitas outras boas obras, já que para isso fomos feitos novas criaturas em Cristo Jesus (Ef 2:10). É inevitável, é nosso caráter. E nossa missão é proclamar o Evangelho que primeiro ouvimos e produziu em nós a salvação completa e o selo do Espírito Santo em Cristo (Ef 1:13).

Somente quem duvide do poder da Verdade para libertar plenamente, deixará de anunciar o Evangelho, para dar prioridade a qualquer outro tipo de ação. A esse, não chamaremos de salvo, não até que seja liberto do pecado, do mundo e do Diabo. Com isso, não reclamo a despriorização da ação social em favor da proclamação.  Não divido essas coisas. Eu anuncio a pregação do Evangelho como a ação plenamente transformadora, que precede, procede e mantém a justiça. Essa é a missão essencial da Igreja. Se não fizermos isso, tudo o mais será inútil.

Na prática, temos ajudado a Igreja Brasileira a fazer essa evangelização com texto e contexto: fundamentada nas Escrituras e dirigida à realidade em que as pessoas se encontram. Uma evangelização transformadora, que enfrenta a violência, a desagregação familiar e a discriminação, por exemplo. Em tudo isso manifestamos o Reino de Deus, que não é desse mundo e não se estabelece pelos métodos mundanos (Jo 18:36). Isso fazemos porque não nos envergonhamos do Evangelho; esse é o poder de Deus para salvar completamente todo aquele que crê (Rm 1:16).

Para conhecer alguns dos programas evangelísticos da AMME [veja aqui].

Bookmark and Share

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>