Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (8067)

Crianças e drogas

P. Como fazer um trabalho com crianças abusadas e que usam drogas.

Enquanto as drogas vão atingindo com crescente intensidade pessoas cada vez mais novas, a Igreja precisa achar novos formatos de trabalho e evitar os desvios recentes. Louvo a Deus pela vida de David Wilkerson, que teve a visão e iniciou o trabalho com jovens viciados em drogas. Agora os tempos são outros. No caso de crianças que estão na rua, o uso de drogas é mais uma consequência do que o problema em si. Nesse caso a igreja precisa trabalhar com lares de abrigo e com uma conscientização dos juízes das varas de infância sobre o tratamento especial e especializado que devem ter crianças usuárias de drogas. Por outro lado a igreja deve recear a “psicologização” do tratamento que tem dominado as casas de recuperação ultimamente. Em desesperada busca por respeito e atenção dos não evangélicos, as casas de recuperação tem abandonado os elementos que nos diferenciam do qualquer outra proposta terapêutica, e que garantem maior e mais permanente sucesso: a metanoia – pelo conhecimento da verdade que liberta e pela nova vida que se adquire no enchimento do Espírito Santo.

Pergunte o que quiser sobre evangelização.

Quanto ao abuso contra crianças, seja físico, sexual, moral, psíquico ou negligência, as pesquisas da AMME Evangelizar tem mostrado que ele depende da objetificação. O adulto omisso ou agressor precisa, na maioria das vezes, diminuir a criança até a condição de um objeto para facilitar o abuso. É fácil notar essa objetificação no xingamento com que se inicia a agressão. Quando a criança é vista como “lixo”, fica fácil tratá-la como lixo. Essa objetificação também acontece com as crianças na família e em classes mais altas – a divisão das crianças em um processo de divórcio ou a produção independente de crianças para fazerem companhia são exemplos disso. Por isso, para a faixa de 3 a 5 anos a AMME lançou o programa de evangelização “Amigos de Jesus”. Com esse programa a Igreja pode chamar os adultos a uma descoberta da criança como pessoa, aprendendo a se relacionar com integridade. O programa “Amigos de Jesus” é um dos cinco programas evangelísticos que integram a campanha BRASIL2010, que está alcançando 20 milhões de pessoas com o Evangelho nesse ano. Para saber mais sobre o programa ou sobre a campanha [clique aqui].

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>