Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Bookmark and Share

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

Bookmark and Share

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

Bookmark and Share

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (7877)

Bookmark and Share

Relatório Missionário 2T2010

Segundo trimestre 2010
Relatório Missionário

Junho: Ainda nos últimos dias de maio iniciei uma revisão do treinamento para a campanha 2010 junto com os missionários do atendimento às igrejas e devemos concuir isso agora no início do mês. Participei de mais uma reunião para a refundação da Aliança Evangélica, porque entendemos que é necessário entender o que será a Aliança e como podemos contribuir para que seja algo que efetivamente abençoe a Igreja Brasileira. Também participei da reunião da Fraternidade Teológica na Catedral Presbiteriana, no Rio de Janeiro. Foi um evento interessante por muitas razões e útil para exercício da minha fé. Não pude ficar até o fim, no dia 4 sai do Rio, direto para o aeroporto de Guarulhos, onde me despedi da Vasti, que estava saindo para a África do Sul. Enquanto minha esposa permaneceu na África do Sul, fiquei em casa cuidando de meus filhos. No dia 6 de junho preguei na celebração dos 12 anos da Assembléia de Deus Nova Dimensão em Guarulhos. No dia 08 e 09 fiz uma rápida viagem à Argentina, onde fui inspecionar a nova impressão de nossos materiais evangelísticos em uma gráfica em Ezeiza. No dia 11 recebi, na Casa da Palavra, o pastor Euder Faber Guedes, presidente da Visão Nacional para a Consciência Cristã – VINACC, e firmamos parceria para a realização da 13ª edição do Encontro para a Consciência Cristã em Campina Grande no próximo ano. No dia 13 falei aos obreiros da Igreja Assembléia de Deus no Parque S. Rafael em S. Paulo. No dia 21 nosso ministério foi homenageado pelo Dia da Mídia na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. De 21 a 25 ministrei o seminário Líder Adolescente, como avaliação para o livro que estou escrevendo com o mesmo título. O auditório da Casa da Palavra ficou lotado. As pessoas apreciaram bastante o tema e o conteúdo. No dia 27 preguei na Igreja Pentecostal da Bíblia em V. Bancária, S. Paulo.

Maio: Trabalhei muito no livro e ele se distinguiu mais claramente como um livro sobre Liderança Adolescente, já que foquei principalmente a faixa de 11 a 17. Os 80% do texto que conclui foram publicados na revista Evangelizar. Também trabalhei bastante na revisão do SUPER20, nosso relatório/ proposta sobre os 20 anos de maior abertura para o Evangelho. Essa iniciativa está bem associada ao livro sobre Liderança Adolescente. Realizamos uma edição especial do Circuito Áquila – programas que desenvolvemos para transmitir conhecimentos com qualidade para crianças até 12 anos de idade. Tivemos alguns observadores que desejam aprender e exportar nosso programa. Recebi, na Casa da Palavra, o missionário Antônio Rodolpho, que pastoreia em Portugal. Ele ministrou para nossos missionários e depois conversamos longamente sobre o projeto da AMME para aquele país e a ajuda que podemos dar aos missionários brasileiros que ali atuam. Ministrei no acampamento de jovens e adolescentes de minha igreja sobre a vida de Sansão. Foi bom estar com a família espiritual, inclusive meus filhos, e ministrar a eles sobre liderança espiritual na perspectiva da vida de Sansão. Recebemos uma equipe de 10 jovens da Universidade Batista da Califórnia (EUA) que treinei nos princípios de evangelização que nos servem de base e enviamos para atuarem em Limeira-SP sob a liderança de nossos missionários. Essas interações são bem interessantes. Participei da reunião do Conselho de Ministros Evangélicos de Bragança Paulista onde ministrei “Deus não está do seu lado”, baseado no encontro de Josué e um anjo, logo antes da conquista de Jericó. Voltei à cidade de Limeira – SP para supervisionar o trabalho da equipe dos Estados Unidos, de lá segui para Itaúna – MG, onde preguei na formatura de mais uma turma da nossa Escola Avançada de Evangelização. Com o lançamento da edição 24 da revista Evangelizar, que contém o texto do meu novo livro, iniciei um seminário sobre o assunto; ministrei em Presidente Prudente e em Marília e muitos pastores vieram dizer o quanto seu ministério foi impactado para das mais pastoreio e mais espaço para os adolescentes em suas igrejas. Ainda estamos lutando para conquistar o terreno para nossa sede. Nós últimos dias do mês o Senhor nos apontou um caminho e temos orado muito sobre isso. Durante esse mês Vasti fez seu levantamento de recursos para a viagem à África do Sul onde trabalhará com a Conexão África 2010 da Junta de Missões Mundiais. Isabella continua em seu esforço para enfrentar o vestibular e o João Marcos deixou de lado algumas atividades preferidas para se concentrar mais nos estudos, mesmo assim está sempre se exercitando no violão e acompanhou o grupo de louvor de nossa igreja pela primeira vez, em um cântico do Ademar, que vinha ensaiando há algum tempo.

Abril: Estou progredindo no livro que estou escrevendo sobre Liderança Jovem, enquanto preparo novos módulos do treinamento AVANCE para vocacionados em missões. Parte de meu trabalho quando estou na base é receber pastores e missionários que desejam conhecer nosso trabalho e fazer convênios ou parcerias. Recebi nosso representante em Portugal, pastor Sidnei Conceição Meneses e sua esposa, junto com pastores da AD Pq. S. Rafael e candidatos ao ministério em Portugal – todos querem ver funcionando logo nosso programa de treinamento – PORTA38 – mas temos enfrentado algumas dificuldades. Continuamos em franca luta espiritual para solucionarmos nossa necessidade de uma sede, onde possamos estabelecer nossos programas de treinamento extensivo. Mencionei essa necessidade em um boletim nesse mês e muitos irmãos se manifestaram dispostos a nos apoiar em oração. Demos novos passos em nossa campanha BRASIL2010, buscando o envolvimento de 10.000 igrejas para anunciarem o Evangelho a 20 milhões de pessoas. Iniciamos a revisão do relatório SUPER20 – principal ferramenta do movimento de envolvimento de jovens, adolecentes e crianças em missões. Durante o mês pesquisei, meditei e ministrei sobre a Síndrome de BurnOut – o esgotamento físico, mental e espiritual que afeta principalmente a liderança. Visitei a Comunidade Cristã Vinho Novo em Mauá – SP, para ouvir sobre os resultados do Pacificadores. Aquela igreja enviou 12 participantes e os testemunhos foram muito edificantes e me encheram de alegria também. Ministrei o seminário “Jonas fala hoje” em Limeira – SP. Cerca de 500 pessoas participaram das cinco palestras e foram profundamente tocadas. Nosso relacionamento com a Comunidade Filadélfia e sua liderança também se aprofundou. Em uma das ministrações nesse mês, na periferia de Guarulhos – SP, voltei ao tema “Liderar depois do fracasso”, me referindo à dependência de Deus, tão necessária na batalha de Josué em Ai – foi um momento bastante intenso, para mim e para a igreja. Sinto mais e mais responsabilidade em ouvir Deus falar comigo, e tenho orado por uma maior dependência dEle. Mais do que nunca sinto que a obra é de Deus e não minha.

Bookmark and Share

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>