Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (8065)

A pregação das boas novas

Não deixe de ter em mente o objetivo global que ligam todos os integrantes. Estamos estudando a comissão que Jesus deu a seus discípulos (a “grande comissão”), na tentativa de encontrarmos uma orientação com respeito ao ensino da palavra de Deus aos perdidos. Também sugeri essa comissão como um ponto de partida lógico com o qual devemos começar com as pessoas que permitem estudar conosco.

Pois, se essas ordens que Jesus deu para seus apóstolos cumprirem, na realidade, falam do que Jesus queria que fosse cumprido no mundo, então; quando tivermos entendido essas diretrizes, saberemos o que é o cristianismo.

Estudamos a posição dos apóstolos como testemunhas da ressurreição e a indispensabilidade de seu testemunho como meio de levar as pessoas à fé. Agora vamos para o evangelho de Marcos e para a ordem: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16:15). Uma vez que isso era o que Jesus queria ver realizado, se queremos realizar a sua obra, teremos de entender o evangelho e ser capazes de explicá-lo aos perdidos. Este é o momento de introduzir as lições sobre o caminho da salvação.

Quando explico o evangelho a alguém, começo com Marcos 16:15-16 — tudo o que faço começa com a comissão — e depois parto para duas outras passagens importantes para explicar o evangelho. Comece a sua explanação extraindo tudo o que puder de Marcos 16:15-16.

A palavra em grego que equivale a “evangelho” referia-se primeiramente a uma recompensa dada a um mensageiro por entregar as “boas novas”, e depois veio a designar a própria mensagem. O termo podia ser aplicado a qualquer relato agradável, por exemplo, a vitória na batalha. Mas o contexto de Marcos 16:15-16 mostra uma menção das boas novas da salvação possibilitada por Jesus Cristo.

Jesus previu que, assim como a sua vinda havia dividido pessoas em dois grupos — dos que criam e dos que não criam — o mesmo ocorreria com a pregação do evangelho: “Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado”. A pregação do evangelho não produziria muitos grupos. Somente dois! Alguns creriam, seriam batizados e salvos.

Alguns não creriam e seriam condenados. Muitos dos que hoje se propõem falar de Jesus multiplicam as possíveis reações ao evangelho e, sobretudo, falam de crentes verdadeiros que não serão batizados. Jesus conhecia, contudo, somente dois grupos. Atos 2:41; 8:12 e 18:8 são exemplos que mostram que Jesus sabia o que estava falando quando mencionou somente duas reações possíveis ao evangelho. Os crentes eram batizados. Eram os descrentes que não eram batizados.

A segunda passagem fundamental é 1 Coríntios 15:1-8. Não gasto muito tempo com essa passagem, mas sem dúvida ela chama a atenção ao resumir o evangelho. Ela mostra que a salvação de que ali se trata é a salvação de nossos pecados e a liga com a morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

Fonte:http://www.estudosbiblicos.net

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>