Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

É para colher, irmãos!

Um dos trabalhos da AMME Evangelizar como consultoria de evangelização tem sido eliminar conceitos e preconceitos extra-bíblicos que impedem a igreja de pensar corretamente na evangelização. Como videira que envelhece e fica carregada de muitas folhas velhas que impedem os frutos, assim a igreja se carrega de tradições que a atrapalham em adquirir vidas para o Reino. Um desses conceitos que a AMME tem cortado com a lâmina afiada da Palavra de Deus é a ideia errada de que evangelizar é semear. Veja a seguir a resposta do missionário José Bernardo a uma irmã ainda com dúvida sobre esse tema.

Autor: Meire
E-mail:
Comentário: A ideia da semeadura não estaria no salmo que diz aquele que leva a preciosa semente andando e chorando voltará com alegria… e na parábola proferida por Jesus que diz que o semeador saiu semeando a semente e esta caiu em diversos tipos de terra?
………………………………

Prezada Meire,

Possivelmente foi a falta de interesse e responsabilidade em produzir resultados em seu ministério que levou os evangélicos a preferir a figura da semeadura para a evangelização. Não há texto bíblico que ensine a evangelização como o ato de apenas pregar, apenas “lançar a semente”. Os textos que ensinam a evangelização falam de colheita, pesca, lucros, frutos. As Escrituras apontam para os resultados, e resultados que permanecem.

Foi a tradição de ver a evangelização como semeadura que determinou a má interpretação das duas passagens que você mencionou. O Salmo 126:5,6 – embora muito usado em congressos missionários por toda parte, refere-se ao retorno do povo de Israel do exílio e pode ser aplicado às situações de vida em que passamos por grande aflição. Se nós semearmos nesses períodos, isto é, se formos fiéis no tempo das dificuldades, o Senhor nos dará um tempo de libertação e alegria. A simples leitura do contexto, ou seja, do salmo todo, revela isso. Nada a ver com a evangelização, posto que a evangelização não é um sacrifício que fazemos chorando, mas um privilégio do qual desfrutamos.

Já a passagem do semeador, em todo o seu contexto, não se refere ao evangelista, mas ao ouvinte. Não é a evangelização que é igual a semear, é o ouvinte que é igual a um terreno. A parábola não nos ensina a como evangelizar, ela exorta aos ouvintes a serem uma boa terra para a Palavra pregada. Veja: “Quando alguém ouve a mensagem do Reino e não a entende…” Mt 13:19; “…aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria…” Mt 13:20; “…aquele que ouve a palavra, mas a preocupação…” Mt 13:22; “…aquele que ouve a palavra e a entende…” Mt 13:23. Note que, em nenhum momento, Jesus faz referência a quem é o semeador, antes, se concentra em quem são os terrenos. É uma ótima passagem para exortar quem ouve, mas aplicá-la a quem prega é uma péssima hermenêutica.

Nossa evangelização precisa produzir resultados, e o Senhor nos responsabiliza por isso. Portanto, não podemos planejar apenas como distribuir folhetos, ou como dar Bíblias de presente, ou ainda como convidar pessoas para eventos na igreja. Precisamos ensinar as pessoas a obedecer tudo o que Jesus nos ordenou, precisamos fazer discípulos, transformar vidas pelo poder da Palavra e do Espírito Santo que opera em nós.

Seu para a Evangelização Total

José Bernardo
AMME Evangelizar

1 comment to É para colher, irmãos!

  • 1 Remanescente

    Olha que infelicidade de interpretação abaixo:

    “Todos pregam que a Palavra de Deus é semente “viva e poderosa”. Amém!

    MAS, que eficácia tem essa pregação, se não enxergarmos que a “parábola de Jesus” merece o seguinte título: “Parábola do péssimo semeador”? (Mt 13:3-9). Ora, cerca de 85% da eficácia da boa semente se perdeu pela incompetência do semeador que não preparou os terrenos para que cada semente resultasse “cento por um”. ”

    A pessoa que citou o texto da parábola acima queria atacar uma denominação e usou o texto bíblico para tal. Infeliz, que agora interpreta o texto pondo a “culpa” no semeador….

    Isso me parece a “coisificação” da Palavra de Deus, como se tivéssemos o direito de fazer dela uma coisa que usamos par nosso banal prazer e para cumprir nossos propósitos. Que o Senhor da Palavra nos encontre “huperetes” da palavra com temor e tremor.

    Estamos juntos!!

    1 Remanescente
    Pela Colheita na Evangelização.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>