Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Oficina da AMME

Solicite agora uma oficina de evangelização para a sua igreja. Clique>

O livro de Marcos

Essa é a nova publicação evangelística da AMME para ajudar sua igreja na evangelização. Para mais informações [clique aqui].

A visão de Cristo

Para ajudar a Igreja Brasileira é preciso olhar para ela como Cristo a vê. Conheça o Manifesto da Visão que tem orientado a AMME evangelizar desde a sua fundação. Nossa visão é chamar a Igreja Brasileira de volta ao primeiro amor e ajudá-la a fazer as coisas mais importantes. Seis minutos de leitura: A Visão de Cristo (8067)

Caixa de jóias

Banner

Além das cinco estrelas que costumamos ver representadas no Cruzeiro do Sul, há mais um elemento na constelação – é a caixa de jóias. Um aglomerado de estrelas novas e muito brilhantes, a caixa de jóias, no troféu do Prêmio Evangelizar, representa o envolvimento dos jovens na evangelização. Pareceu muito apropriado lembrar dos jovens atuando na evangelização como o precioso tesouro da Igreja. Na edição 2009, nessa categoria, o prêmio foi designado ao ministério Teen Street Brasil.

Tive o prazer de conhecer pessoalmente a liderança deste ministério e ouvir deles sobre sua história, realizações e planos para o futuro. Isso me fez ficar ainda mais seguro de que não poderia ter havido melhor escolha para apresentar à Igreja Brasileira como exemplo de envolvimento dos jovens na evangelização.

Na quinta-feira (26) cheguei a Maringá-PR no meio da tarde. O líder do Teen Street, Weslley estava me esperando. Fomos para a campus da universidade CESUMAR, magnífico empreendimento que sedia o congresso anual e oferece apoio estrutural para o ministério. Tive a oportunidade de conhecer a universidade e a escola anexa de primeiro e segundo grau. Fiquei impressionado com tal realização feita no temor e para a glória de Deus. Hospedaram-me no hotel escola da CESUMAR e à noite jantei com parte da liderança, quando falamos principalmente dos desafios de se manter um ministério como a AMME ou o Teen Street. 

Durante o jantar conheci Eloá, esposa de Weslley e também líder do ministério e, antes de nos despedirmos, também seus três filhos pequenos, Samuel, Mateus e Sara. São uma linda família, e Weslley é um líder que se destaca pela serenidade. Contido, auto-crítico, compenetrado, atencioso, este jovem de 33 anos e sua dedicada esposa poderiam estar fazendo muitas outras coisas por si próprios, mas decidiram dedicar suas vidas ao ministério.

Na sexta-feira pela manhã tivemos um café da manhã com a maioria dos membros da diretoria e muitos colaboradores do Teen Street. Depois de uma apresentação do ministério feita por Weslley e Rodolfo, jovem pastor encarregado do material devocional e do cuidado com a liderança, coube a mim a palavra para explicar o que é o prêmio evangelizar (se você não sabe clique aqui) e porque, na categoria Jovens na Evangelização, foi designado ao ministério Teen Street Brasil. Depois do café, tive a oportunidade de conversar com gente muito interessante, que coopera com o ministério. Também recebi vários presentes para distribuir aos nossos missionários. Após o almoço com o reitor da CESUMAR, Prof. Wilson de Matos Silva, e uma conversa inspiradora seguida de visita à reitoria, Weslley e Rodolfo levaram-me de volta ao aeroporto.

Enquanto fazia o penoso caminho pelo tráfego intenso de São Paulo, na tarde de sexta-feira, eu me lembrava de algo que meu filho João Marcos disse quando era ainda bem pequeno. Triste pela despedida de algum missionário que nos visitara, ele se expressou assim: “O ruim da missão é que as pessoas vão embora”. Foi como que me senti, separado de gente tão bem escolhida pelo Senhor para envolver adolescentes e jovens de nosso país na obra da evangelização. Gostaria de poder estar mais perto e por mais tempo. Será nas orações.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>