FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Que a Igreja alcance o mundo | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Que a Igreja alcance o mundo

Durante a Expo Cristã 2009 a Revista Louve fez entrevista com o Pr José Bernardo presidente da AMME Evangelizar. A seguir publicamos o texto completo escrito por Camila Carvalho. Esta mesma entrevista está no site da revista. Para conhecer mais sobre a publicação visite o site: www.revistalouve.com.br.

Revista Louve: Como surgiu a idéia de criar a AMME e qual é o seu objetivo?

Pr. José Bernardo: Estava pastoreando uma igreja e comecei a sentir que as coisas não estavam bem do lado de fora: corrupção da liderança, fraqueza doutrinária, as pessoas não lêem, não entendem o que está escrito na Bíblia e assim por diante. Sentia uma angústia e só reclamava, a té que em agosto de 97, Deus tocou meu coração e me levou a estudar a carta de II Timóteo. Lá o apóstolo Paulo, depois de 30 anos de ministério, via tudo do mesmo jeito que eu e dizia: “Timóteo, vou morrer nas próximas semanas, mas você vai continuar a fazer a obra, evangeliza em tempo e fora de tempo”. Paulo entendia que a solução era a pregação e impulsionou Timóteo a continuar. Entendi que tinha que fazer alguma coisa para ajudar a igreja brasileira. Fui orando, Deus ensinou muitas coisas e 3 anos depois, começou a missão. Visitei cada liderança denominacional e nada. Então, Deus me dirigiu a procurar os irmãos de cada igreja interessados em evangelização, com a benção de seus pastores. No segundo ano conseguimos ajudar 400 igrejas e atualmente atendemos 4 mil igrejas, mantendo um acompanhamento anual com ligações, visitas, treinamentos e material. Nosso objetivo é ajudar a igreja evangélica brasileira a cumprir sua tarefa de evangelizar, dentro e fora do país. Já fizermos gestões para ajudar a igreja brasileira no Japão, Israel, Portugal, Moçambique e Angola. Costumamos dizer que a diferença da AMME para as outras missões é que elas são formadas para um destino, nós para a origem, para cuidar de quem vai e não de quem recebe. Cuidamos do ponto de partida que é a igreja brasileira, não importa quem ela vai evangelizar, porque tem que evangelizar o mundo inteiro.

Louve: Como funciona o trabalho de vocês?

Pr. José Bernardo: A base fundamental da AMME é: não somos nós que vamos fazer evangelização, quem faz isso é a igreja, estamos lá para ajudar na tarefa. Fazemos isso com quatro diretrizes: motivação, treinamento, suprimento e apoio estratégico. Nós trabalhamos como uma consultoria, a igreja vem, e como um médico, nós vamos fazer um exame, dar um diagnóstico e uma receita. Cada igreja tem uma dificuldade e vamos trabalhar dentro da sua necessidade. Se ela tem problemas muito específicos, a gente cria um trabalho específico, se o problema é mais genérico, a gente cria uma receita mais genérica e faz alguma adaptação, para respeitar vocações e dons.

Louve: Quais são seus principais projetos?

Pr. José Bernardo: Na área de motivação temos palestras e conferências, a principal delas chama-se Frutificar, onde trabalhamos como o conceito que Jesus trabalhou em João 15: o galho da videira. Na área de treinamento nós temos escolas, uma delas é a Escola Intensiva de Evangelização, que prepara jovens por 15 dias em janeiro com novas estratégias. Exemplo: entregar folheto é difícil, então vamos dobrá-lo de uma forma interessante. Usamos todas as estruturas possíveis para transmitir a mensagem e os jovens aprendem a fazer isso. Em uma noite só criamos sete boas peças sobre a parábola do samaritano. Simplesmente para mostrar que é possível fazer coisas interessantes para atingir pessoas. Na área de suprimentos temos três veículos: a revista, o website, e a central de atendimento, onde a igreja pode ser orientada. Na área de apoio estratégico, se um grupo de igrejas quiser fazer uma ação, vamos fazer o apoio. Por exemplo, o Pr Edison Queirós, da Primeira Igreja Batista de Santo André e presidente do conselho da região, pediu ajuda para uma saturação na cidade. Pesquisamos a cidade rua por rua para saber o que existe e como ela funciona. A gente faz o apoio para que a igreja possa fazer o trabalho dela.

Louve: E os projetos internacionais?

Pr. José Bernardo: Funcionam da mesma foram. Trabalhamos a idéia de ajudar a comunidade cristã brasileira nos Estados Unidos, Venezuela, Paraguai, Uruguai e Argentina, além dos países de fala portuguesa: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Guiné Equatorial e Portugal. A missão vai e vê qual o problema que eles enfrentam. Basicamente o que precisamos saber é quem é o missionário, o que está fazendo e o que precisa para fazer melhor o seu trabalho. Mobilizar a igreja brasileira para prestar essa ajuda e incentivá-la a enviar novos missionários para as regiões necessitadas. O norte de Portugal quase não tem missionários brasileiros, a maioria está no sul. Então estimulamos a igreja a enviar pessoas para lá. É esse tipo de trabalho que a gente faz: o missionário precisa de um programa, vamos desenvolver. O missionário precisa de uma bicicleta, vamos arranjar uma pra ele.

Louve: Ano passado vocês estavam com o slogan: “Igreja 100% fora do banco”. O que isso realmente significa?

Pr. José Bernardo: A cada ano temos uma campanha. “Igreja 100% fora do banco” foi a do ano passado. Esse ano estamos com “Sua igreja pode evangelizar melhor!”, trabalhando a idéia de evangelização total, os “4 TODOS” da grande comissão: TODO crente, TODO evangelho, TODO mundo e TODA criatura. Se qualquer um deles for perdido, deixou de ser missão. E nesse projeto criamos pilares que podem ser trabalhados em faixas etárias específicas. “Igreja 100% fora do banco” significa igual a Ele, amar o próximo. Você acha que a igreja tem amado o próximo? Jesus disse isso umas 2 ou 3 vezes. O resto da Bíblia todinha é para ajudar a superar nossa dificuldade em cumprir o mandamento principal. Com a evangelização é a mesma coisa, ela é a ordem que Jesus deixou. Foi isso e acabou, não precisa dizer outras vezes. A igreja evangeliza? Não, ela tem dificuldades, por isso o resto da Bíblia ensina como deve ser feito… não seja egoísta, dê mais valor às coisas espirituais do que as materiais…. esse é o desafio da igreja e é pra isso que a AMME existe, para ficar ali, ao lado da Bíblia, lembrando o corpo de cumprir o que o Senhor falou.

Louve: Se as igrejas e ministérios quiserem ajuda, como podem entrar em contato?

Pr. José Bernardo: A maneira mais fácil é pela central de atendimento 0800 121 911. Dia seu estado e cidade e nós vamos identificar quem é o missionário responsável pela região e ele vai começar a companhá-lo. Outra forma é entrar no site, www.evangelizabrasil.com. Lá, é possível conseguir muita coisa, antes mesmo de falar com um missionário, porque todo o material é postado lá, peças de teatro, estratégias, idéias e sugestões e informações sobre evangelização.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>