Ore pela Malásia | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Ore pela Malásia

Malásia é um país do Sudeste da Ásia com capital em Kuala Lumpur e cerca de 28 milhões de habitantes, dos quais 25% é de origem chinesa e 7,5% de origem indiana. De civilização antiquissima, o país adquiriu a formação política atual em 1963.

Islamismo: Islã é a religião oficial da Malásia, praticada por 63,4% da população. Só os mulçumanos são considerados malaios. Um malaio que deixa o islamismo perde seu status etnico (deixa de ser malaio), perde privilégios sociais e econômicos, e sofre perseguição. Em pelo menos quatro estados é crime deixar de ser mulçumano.

Budismo e hinduísmo: O censo de 2000 indica que os chineses são predominantemente budistas (75,9%) com um número significativo de Taoístas (10,6%) e de Cristãos (9,6%). A maioria dos indianos seguem o induísmo (84,5%) com uma significativa minoria que se identifica como cristã (7,7%) e alguns mulçumanos (3,8).

Cristianismo: a religião predominante da população considerada não-malaia (50,1%) da qual outros 36,3% se identifica como mulçumana e 7,3% segue religiões folclóricas. No total, o censo de 2000 apontou 9,1% de cristãos na população. As principais denominações são Anglicanos, Batistas, Irmãos, Igrejas não denominacionais, igrejas carismáticas independentes, Luteranos, Metodistas, Presbiterianos e Católicos Romanos.

Evangelização: A constituição proibe e pune a evangelização de mulçumanos, por isso a igreja se sente desencorajada com isso. Livros cristãos devem conter a advertência “para não cristãos apenas”. Livros e Bíblias onde Deus é traduzido por Allah – tem sido banidos. A construção de igrejas é dificultada. O islã é promovido pelo estado, mesquitas são construídas com dinheiro do governo.

Poucos mulçumanos se convertem ao cristianismo. Um líder religioso anunciou que havia 65.500 apóstatas do islamismo na Malásia em 2005, incluindo cerca de 10.000 malásios que se declararam cristãos. Um mulçumano convertido ao cristianismo, além de perder a naturalidade malaia, pode perder bens, família, emprego. Muitos que procuram deixar o islã são enviados pela família ou pela polícia a centros de reabilitação.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>