Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Opinião: Escândalos em oferta

Sua opinião é importante
Os missionários da AMME acham importante saber o que você pensa sobre os escândalos financeiros envolvendo líderes evangélicos: eles prejudicam as ofertas para missões?

A acusação do ministério público contra líderes neo-pentecostais de lavagem de dinheiro, sonegação de impostos, desvios de verba; a exibição de desperdício das ofertas em luxos impensáveis e obras faraônicas; a intensa solicitação de pregadores pentecostais por grandes ofertas, inclusive com a ajuda de “numerologia” evangélica e outros apelos ainda mais indecentes… Você acha que essas coisas prejudicam as ofertas missionárias e os investimentos na evangelização? Por quê? O que a Igreja pode fazer para manter o investimento bíblico, justo e correto, livre da má influência do pecado na administração?

Clique em “Comentários” abaixo para abrir o formulário e dar sua opinião.

15 comments to Opinião: Escândalos em oferta

  • Benedito Figlioforte

    O primeiro efeito dos escândalos dos últimos anos é uma concentração cada vez maior das ofertas em projetos de ação social. Isso também aconteceu nos Estados Unidos com os escândalos que aconteceram no final dos anos 70 e na década de 80.

    Um segundo efeito é a assutadora diminuição na quantidade e na qualidade das vocações. Temos cada vez menos jovens querendo cumprir um ministério piedoso. A maioria dos que se candidata só quer aparecer na televisão.

    Benedito F.

  • Luiz Guilherme de Azevedo

    os acontecimentos recente, envolvendo, o meio evangelico nesses escandalos não tem como mensurar, um efeito negativo, nas ofertas.

    mais quando uma instituição que cumpri um ministério com lealdade, fidelidade, sempre as oferta são como migalhas, por falar a verdade, enquanto outras instituições que são fachadas, e não cumpre com seu ministério com lealdade e fidelidade, as ofertas são como sacos cheios.

  • Juares Lucas Marcondes Madureira

    Com muita tristeza vejo os acontecimentos destes ultimos tempos, mas não me espanto, a Palavra diz que nos ultimos tempos apostatarião da fé. Uma pregação de um evangélio erético, anti-Biblico, voltado para prosberidade terrena, financeira. Creio que existe um povo sedento e acima de tudo, se bem orientado, discipulado, dirigido pelo Verdadeiro Espirito Santo, estão aberto e senciveis a ofertarem. Porem à esses que maculão o Evangélio do Reino só pesso a misericórdia do Senhor para estas vidas e fasão como Zaqueu, reconheção que havendo fraudado restituão duas vezes mais. A Deus toda Glória.

  • Josenilda Cruz

    Paz irmãos

    Eu tem certeza que sim, os escândalos prejudicam as ofertas missionárias, porque tenho passado por isso. Eu trabalho na obra missionaria na minha igreja e depois de acontecerem escândalos financeiros os mernbro da igreja deixaram de ofertar como ofertavam. Tenho me esforçado bastante para mudar o qquadro, mas os irmãos fecham as mãos e do outro lado o diabo tem usado as pessoas para falar mau da igreja. Eu creio que aquele que roubar a DEUS sofrerá a repreensão de Deus.

    AMEM

  • A Paz do Senhor, irmãos.
    Segundo as palavras do Senhor Jesus Cristo, em Mt 18.7, “é inevitável que venham escândalos”, porém completa o versículo dizendo “mas ai do homem pelo qual vem o escândalo”!
    De acordo com este versículo, entendo que não devemos ficar surpresos com os escândalos, pois eles, cada vez mais, farão parte dos nosso dias.
    Mas o que devemos fazer? Cruzar os braços e ficarmos observando?
    A resposta é “NÃO”!
    Devemos nos dedicar ainda mais à oração e intercessão pelos homens e líderes que estão à frente da Obra de Deus, para que se mantenham íntegros, sem se contaminar com este espírito imundo que procura contaminar o mundo.
    Se olharmos mais para o Senhor Jesus Cristo e menos para o “homem” trabalharemos cada vez mais para o crescimento do Reino de Deus. Com isso, não teremos o problema de vermos as ofertas e os investimentos em “Missões” diminuídos.
    No entanto, para dirimir esta questão sugiro aos coordenadores dos programas missionários adotarem a prática de “prestação de contas” o mais claras e transparentes possíveis, pois o contribuinte deseja ofertar, mas espera responsabilidade com suas contribuições.
    Que Deus nos ajude a sermos mais parecidos com o Senhor Jesus, em tudo!
    Sds, em Cristo.
    Cesar Antunes
    Igreja Evangélica Assembléia de Deus
    Caxias do Sul – RS

  • Marcia

    Lamento, como muitos, por estes acontecimentos todos e creio, sim, que vá prejudicar em muito as ofertas missionárias devido a nossa pouca fé em que Deus esteja no controle de todas as coisas e que Ele não deixa em oculto nossos desvios, ainda que pareça denegrir a imagem do cristão ou daqueles que amam ao Senhor.

  • Saudações à Todos!o Q.Poço falar , Quem so Eu Pra Julgar,Peço Pra Deus ter Missericordia do seu povo….e Q sua Justica seja feita! Pois os Homens se desviam dos caminhos do Nosso Senhor;E,quanto a mim,longe de mim que eu peque contra o Senhor,deixando de orar por vós;Q. Deus nos abençõe e tenha missericordia dde todos nos!!!À Paz Pra Todos, da parte de nosso Senhor Jesus!!Irmã Ana Cristina….

  • Leonardo

    Acredito que basta os pastores explicarem aos membros, quando foi e porquê foi instituido os dízimos e ofertas na biblia, e a palavra de Deus no livro de Malaquias, sobre as consequências de obedecer ou não, a está prática.
    E não fazer como eu muito vejo, uma verdadeira apelação, para que o povo cumpra a palavra de Deus.
    É simples quem quer obedecer a palavra muito bem, quem não quer problema e de Deus e da pessoa.

  • Francisco P PAIXÃO

    A credito temer a DEUS e respeita os mandamentos de DEUS
    Tudo que recebemos e gastamos presta conta á Igreja sera que consiguimos e anossa boa vida e orestante do dismo e orferta
    DEUS é melhor emaior de tudo que temos ore pela minha familha descupe os erros não sou bom.

  • Anderson Euzebio da Silva

    Acredito que a midia manipula a opnião publica fora e dentro da igreja e os irmãos acabam invertendo os papeis em relação a autoridade e liderança, se a liderança não administra bem a igreja ela presta contas com a liderança acima dela e não cabe aos membros abaixo questionar sua autoridade, visto que temos um DEUS que é perfeito no que diz e faz, e toda autoridade está debaixo de autoridade com uma excessão, o próprio DEUS, portanto devemos ao invés de questionar, murmurar e até insitar rebeldia na igreja, descobrir o que a palavar diz em relação a autoridade até por que creio que todos sabem o que a palavra diz em relação a dizimos e ofertas, em ROMANOS 13 a palavra deixa claro como a igreja deve se posicionar em relação a obediencia a liderança e não pensem que o pastor presidente ou o bispo ou qualquer outra liderança delegada não tenha que cumprir tal ordem divina lembrem-se que até os anjos estam debaixo de liderança e que DEUS já até vez com que um caisse do céu por desobediencia.

    Busquem mais a Deus e menos ao jornal nacional

  • Rita de Cássia Hilário

    Aqueles que se deixam intimidar pelas atitudes dos outros, na minha opinião, primeiro estão olhando pro homem e não pra Deus, segundo esquecem que Deus é o Senhor de todas as coisas e dará a cada um segundo a sua vontade e justiça. Temos que fazer cada um a parte que cabe a nós, o resto é por conta de Deus. Dízimo e oferta é mandamento e não querer e o Senhor um exelente contador e sobretudo administrador.
    Os escandalos abalam àqueles que estão sustentados pela própria palavra e não pela Palavra de Deus.

  • Janete Bastos

    Queridos irmãos eu estou indignada com alguns comentários do corpo de Cristo ( o próprio corpo de Cristo que se levanta contra a igreja de Jesus Cristo ) é uma vergonha , os servos de Deus estão sendo perguido pelo povo que é contra obra de Deus , pela midía do inferno, povo não está entregando não é por causa escãndalo no meio dos evangélicos , Jesus nos alertou que no mundo iamos passar por aflição , se esses ministérios que vcs estão julgando não fossem de Deus não ia prosperar tanto , pq ninguém coloca faca no pescoço de ninguém para oferta pelo contrário o povo entrega com prazer e tem sido abençoado , lamentávelmente tem em toda igrejas irmão fracos na fé sem entendimento da palavra . O que cabe a nós ministros de Deus , que ministre o povo com autoridade , busque o poder de Deus antes de sumir no altar , pq Deus é dono da Obra ( o recurso e stá na mão do povo ) nós temos que ensinar o povo a necessidade da obra e o amor pela vidas
    Se vocês subirem no altar sem autoridade e com vergonha de minsitrar uma oferta ,vcs mesmos que estão retendo a obra de Deus e impedindo que povo seja abençoado .
    Estarei orando para Deus mandar o recurso necessário para obra de Deus para que se expanda nos 04 cantos da Terra , nós não pregamos teologia da prosperidade mais sim prosperidade biblica Ex; Abraão , Isaque e Jacó (se não Deus não citaria eles na biblia , pq eles viveram a prosperidade de Deus ) nós vamos viver também como ofertantes e dizimistas do Senhor
    A paz do nosso Senhor Jesus Cristo

  • Ana Garcia

    A Paz do Senhor Jesus!!!
    Acredito q estes escândolos não atrapalham aqueles q realmente tem um chamado de ofertarem na obra missionária ,pois ofertar tb é um ministério.Qto aos dizímos a bíblia diz q são p q não faltem mantimento nas “igrejas” o q geralmente não é isso q constatamos .Não temos o direito de julgar mas Deus nos deu discernimento e entendimento p sermos a diferença.Acredito q uma prestação de contas com a liderança das igrejas e ou com alguns membros mais esclarecidos seria algo interessante p quaisquer esclarecimentos, a igreja não tem q temer uma vez q tem feito tudo na direção de Deus.

  • Walter Leite

    Prezados missionários da AMME,
    Creio sim que os escândalos influenciam a percepção dos evangélicos quanto à ofertar para missões e para o sustento missionário.

    Pastoreio ouma pequena igreja ( /- 100 membros) que retira o dízimo dos dízimos todo o mês e o usa exlusivamente para sustento de irmãos e irmãs envolvidos com a evangelização do Sertão Nordestino ou que tendo atuado nesta área hoje se encontra idoso(a) precisando de manutenção.

    Para chegarmos a esta consciência foi preciso demitificar “a maldição de Malaquias”; ensinar “A Graça das ofertas Neo-Testamentárias em oposição à Lei do Dízimo”; não enconbrir os erros e escândalos financeiros dos líderes evangélicos, mas tratá-los biblicamente de púlpito e prestar contas em relatório afixado publicamente do uso de todo dinheiro arrecado na igreja.

    Pela Graça de Deus superamos a desconfiança e temos mantido o compromisso para com os irmãos missionários; alguns dos quais nem sequer conhecemos pessoalmente.

    Em Cristo, fica a sugestão do curso de ação.

  • pr carlos venancio

    concordo com o depoimento de janete bastos e os demais comentarios creio que esses comentarios ja sao suficientes para qualquer duvida no mais as minhas ovelhas ouvem a minha voz

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>