FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> 1º Congresso de Missões Indígenas – RJ | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

1º Congresso de Missões Indígenas – RJ

1 Cong
Dia 11 início 19:00 – Dia 12 início 9:00
Min. Apascentar de Campo Grande
Rua Prof. Gonçalves, 41 Centro de Campo Grande – RJ

Esse Congresso visa glorificar o nome de JESUS CRISTO, o Deus Pai e Deus Espírito Santo!
Para ganharmos almas para o Reino de Jesus Cristo, despertar a Igreja para a urgência da obra missionária no meio dos povos indígenas do Brasil e de outros países, levantar parceiros e mantenedores ministeriais, apresentar os projetos e necessidades da Missão e mostrar a carência a qual os missionários vivem no campo. 

Sobre a Missão Brasil.
Quem somos:
A Missão Brasil é uma agência missionária interdenominacional sem fins lucrativos que tem como principal objetivo fazer a vontade de Jesus Cristo.
Nossa principal visão é:
Cuidar dos domésticos na fé a alcançar os perdidos!
É uma Organização não Governamental (ONG), humanitária cristã, que atua em regiões carentes do Brasil, em cooperação com outras entidades, com propósito de fornecer apoio logístico, programas assistenciais e de desenvolvimento comunitário.
Formada por cristãos, que motivados pelo desejo de servir a Deus e ao próximo, colocam à disposição suas vidas e profissões. Os Projetos são desenvolvidos em parcerias com outras organizações ou órgãos governamentais.

Como surgiu:
No ano de 2004 surgi no coração do irmão Ronaldo a vontade da fazer mais por missões. Depois de visitar uma Aldeia (Sapukai, que em Guarani M’bya significa SOCORRO) da etnia Guarani M’bya em Angra dos Reis – RJ, e de olhar bem de perto as necessidades dos indígenas então ele decide reunir alguns irmãos em Cristo e realizar uma visita para assistir aos índios na área da saúde, recreação, laser etc. Começa então um grande movimento em favor dos índios do Brasil.
Em nossa estadia na Aldeia jogamos bola, assistimos aos adolescentes e as crianças, que como em toda situação desfavorável são sempre as mais prejudicadas. Começamos a passar o filme JESUS no dialeto Guarani M’bya e distribuirmos Bíblias na própria língua deles o M’bya. Hoje temos acesso a Aldeia para levarmos alimentação e ajuda a famílias como a do índio Marciano que tem paralisia múltipla (não anda, não fala…) e necessita de fraldas descartáveis e de alimentação diferenciada. Certo dia chegamos nessa aldeia e esse índio estava com a fralda descartável havia dias, seus estado era de extrema sujeira, nossa equipe de enfermagem deram banho e cuidaram dele, por fim, sua mãe Dª Creusa nos agradeceu dizendo: “ninguém cuida de meu filho como vocês, nem quem tem a obrigação legal de cuidar”, referindo-se aos órgão federais FUNAI E FUNASA, que deveriam cuidar de nossos índios. Aliás, eles não cuidam e nem nos deixam cuidar!
Começa então a paixão pelas dracmas perdidas dentro de nossa própria casa. Sua primeira visita transcultural em outro estado foi em Mato Grosso do Sul – MS, na Aldeia dos índios Terenas, (limão verde, lagoinha e outras). Na ocasião foi sozinho deixando esposa, amigos, família e igreja. Conheceu mais de perto a urgência da presença de Jesus nesses lugares, uma das maiores experiência no campo missionário foi nessa Aldeia onde ele pode ouvir um clamor de um irmão indígena que lhe disse: “por favor, traga mais homens brancos pra nos ajudar, porque as drogas estão chegando bem mais rápidos que a Igreja de Jesus…” Isso poderia ter sido um meios de parar mais foi um incentivo a continuar! “Entendo que adversidade é sinônimo de oportunidade…”.
De volta ao Rio de Janeiro ele começa a mobilizar as Igrejas e levantar recursos para a ajuda missionária em outros estados como o Amazonas.
Em uma de suas viagens de mapeamento ele passou 32 dias morando dentro de um barco a procura de povos indígenas pela margem do Rio Negro. Em uma Aldeia de 23 índios Baniwa foi realizado um culto e desses 23 índios 13 aceitaram a Jesus, um marco na obra missionária indígena, ao passo que levam-se dezenas de anos para se ganhar um único índio para Jesus, em outros casos passa-se uma vida inteira dentro de uma aldeia e não se ganha um único índio para Cristo. “Já tínhamos cerca de 5 dias navegando em direção a Stª Isabel do Rio Negro e nossa expedição precisava de um prático (nativo que conhece a região como ninguém) então o cacique dessa aldeia onde 13 índios se renderam ao poder de Jesus Cristo disse que iria conosco sendo nosso prático até o fim da viajem e antes de partirmos disse aos seus filhos que na volta queria muita caça para nossa expedição e assim foi quando voltamos, Deus tem feito milagres no campo missionário, só não vimos porque não estamos lá.!
Enfrentando doenças como malaria, doença de chagas, animais perigosos, adversidades, privações voluntários da Missão Brasil tem realizado um significado serviço às aldeias indígenas do Brasil.
“Militamos por essa causa porque os índios estão morrendo na bebida (caxiri), estão matando seus filhos por causa de pequenos defeitos ou por serem simplesmente rejeitado. Há tribos que em nome da sua “cultura” lançam suas crianças pro boto comer, outras cavam buraco no formigueiro e lança seus filhos lá dentro, outras ainda dão veneno, como é o caso da tribo SURUWARA que dão uma raiz venenosa (Timbó). Nessas aldeias eles matam as crianças pelo simples fato de serem gêmeas, ou de mães solteiras, de viúvas e tantas outras coisas”.
Tudo em nome da cultura indígena e com isso somos perseguidos por alguns que dizem que queremos mudar a cultura indígena, mas isso é uma mentira! Se o índio usa cocar e aceita Jesus ele tem que continuar a usar o seu cocar, se ele se pinta, toca tambor, deve continuar a fazer tudo isso, só que agora fazer tudo isso pra Jesus! Matar crianças não cremos ser uma cultura sadia e por isso fazemos esse trabalho que é sim árdua, mas muito gratificante.
Em certa aldeia uma mulher deu a luz a uma menina e logo a criança adquiriu poliomielite e ficou paraplégica, ela e sua mãe eram tidas como amaldiçoadas na aldeia, essa mãe não levantava a cabeça pra falar com ninguém havia cerca de 2 anos, numa de nossas ida a essa aldeia falamos de Jesus para ela e hoje ela é feliz porque entendeu o plano da salvação. (estará presente no congresso).

Pedido de socorro de alguém que não tem forças para gritar!
Marciano tem paralisia múltipla. Não anda, não fala, não faz movimento algum sozinho. Se fosse em outras aldeias seu destino teria sido diferente. Mas Deus tem preservado a sua vida para que o plano de DEUS se cumpra! Pedimos a sua ajuda para podermos ajudá-lo!

indio paralisia Índio Marciano 25 anos, ele não fala e não anda.

Indio visitas

 Visita de projetistas a Aldeia Sapukai – Angra dos Reis – RJ

Ronaldo é casado com Angélica Gomes e são membros da Igreja Missionária Apologética em Campo Grande no Rio de Janeiro – RJ, pastoreados por Flávio Mendonça.
Maiores informações acesse: www.missaobrasil.org.b ou www.igrejamissionariaapologetica.org

“Jesus fez missões por mim indo à cruz, agora quero fazer missões por Ele indo às nações!”
Frase: Ronaldo Bastos

Congresso indígena.
PALESTRANTES
Pr. Eli Ticuna (índio Ticuna) – Miss. Ronaldo – Pr. Flávio Mendonça.
Temas:
Como os índios chegaram ao Brasil?
Valorização da Língua materna;
Usos e costumes / Comidas típicas;
O Potencial da Igreja;
Tribos do Brasil, quantas são, quais as alcançadas e as não alcançadas?
FILMES:
Hakani e Terra Selvagem
FORUM (lugar onde se debate assuntos) aqui sairá projetos e idéias de melhoria para a obra missionária. Participação de Pastores, Missionários e etc…
INSCRIÇÕES
As inscrições serão feitas pela internet no site: www.missaobrasil.org.br ou pelo telefone 8720-0100 (ligar á cobrar de fixo). Custo – R$ 10 (dez). Depósito – Banco Itaú – Ag. 6133, conta corrente nº 481470. A inscrição da direito aos dois dias de evento e os cem primeiros inscritos ganharam a pasta congresso com: pasta congresso, caneta, revista, jornal informativo, marca páginas, prospectos e folder’s. Faça logo sua inscrição!

Alvos de orações:
Comparecimento da verdadeira Igreja de Cristo,
Que Deus levante missionários para a Sua seara,
Pelos participantes.

Verdade da obra missionária.
NÃO É COMIGO!
ESTA É UMA HISTÓRIA SOBRE QUATRO PESSOAS:
TODO MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER UM E NINGUÉM.
Havia um importante trabalho a ser feito e TODO MUNDO tinha certeza que ALGUÉM o faria.
QUALQUER UM poderia tê-lo feito, mas NINGUÉM o fez.
ALGUÉM se zangou porque era um trabalho de TODO MUNDO.
TODO MUNDO pensou que QUALQUER UM poderia fazê-lo, mas NINGUÉM imaginou que TODO MUNDO deixasse de fazê-lo.
Ao final TODO MUNDO culpou ALGUÉM quando ninguém fez o que QUALQUER UM poderia ter feito.

7 comments to 1º Congresso de Missões Indígenas – RJ

  • Luciana Guedes

    Amei a matéria e com certeza estarei presente neste congresso. Já tive a oportunidade por duas vezes de ir a Aldeia Sapukai – Um trabalho abençoado. Que Deus te abençoe mais e mais miss. Ronaldo Bastos. Um grande abraço para Angélica.
    Participe você também deste congresso que será um marco aqui na nossa Igreja.
    Luciana Guedes.

  • luiz barbosa

    Ronaldo estamos juntos,um grande abraço e até o dia 12, todos de nossa caravana mandam lhe dizer que estão orando por este grande evento.
    Luiz Barbosa
    Ass de Deus Minist. Internacional Emmaniel

  • pastora marilsa

    Só fiquei sabendo da conferencia no dia e gostaria muito de ter ido, pois quero fazer um projeto deste na minha igreja vc poderiam me dar o contato com o pastor eli ticuna? e algumas orientaçoes?

  • Angélica Gomes

    O evento foi uma benção!!!!!!!!!!!
    Agradeço a Deus por ter vivido esses dias maravilhosos no congresso, fiquei muito feliz, pois 3 Indios dormiram na minha casa e pela madrugada acordei e pensei que Eles estvam conversando e Eles estavam Orando, foi lindo demais, sentir muito a presença de Deus!!!
    Obrigada Jesus!
    Angélica.

  • Bianca

    Sou uma pessoa privilegiada! Conheço este homem de Deus e sua esposa Angélica. Ronaldo, meu irmão, que Jesus Cristo continue te dando unção e graça. um abraço! Bianca.

  • Creomar

    Ronaldo vcs fizeram algum dvd sobre os temas apresentados na conferencia missiónaria ?
    fui missionario entre os guaranis no estado do espirito santo e na bahia entre os pataxós se tiver me vende

  • elisa coelho

    evangelizar e tudo neste mundo. este mundo precisa ouvir a palavra de deus meu pai luiz fernando pereira ja esteve ai fazendo missões todas as vezes que ele me encontra fala dos indiozinhos e isto arde em meu coração as vezes me vejo ensinando as crianças a ler e escrever e o mais importante a palavra de Deus.espero que um dia eu possa realizar este sonho.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>