A sample text widget

Etiam pulvinar consectetur dolor sed malesuada. Ut convallis euismod dolor nec pretium. Nunc ut tristique massa.

Nam sodales mi vitae dolor ullamcorper et vulputate enim accumsan. Morbi orci magna, tincidunt vitae molestie nec, molestie at mi. Nulla nulla lorem, suscipit in posuere in, interdum non magna.

Prestação de contas!

Nem sempre queremos prestar contas de nossas responsabilidades espirituais como queremos que prestem contas a nós. Contudo, o Senhor, que nos deu talentos espirituais, também deseja que apresentemos resultados!

Poucas coisas são tão ruins nesta vida como ter que cobrar alguém. Seja dentro de uma empresa, mesmo em um setor de cobrança, ou cobrar um amigo que nos deve dinheiro, pedir de volta aquele CD que já está há mais de dois meses na casa do irmão, enfim, como é difícil cobrar! Ficamos chateados, inconformados com a situação, entristecidos, nervosos e irritados com tal situação. Da parte de quem deve, vem as desculpas esfarrapadas e muitas vezes até mentiras e engano.

Mas o que quero dizer com isso? Mesmo sendo pecadores, temos este sentimento de indignação quando alguém não cumpre com a sua palavra e nos obriga a exigir que faça o que prometeu fazer; como será que Deus, o Soberano, enxerga cada um de nós, que uma vez demos a nossa palavra para Ele, dizendo que faríamos e não o fizemos?

Quando aceitamos a Jesus como o nosso Senhor, prometemos obedecê-lo inteiramente. Temos de fato obedecido ao Senhor quando as nossas ofertas são mais para comprar tijolos do que para investir na salvação de vidas? Temos obedecido ao Senhor quando gastamos nosso tempo em eventos que não dão em nada, quando somos omissos no sustento de missionários para gastar dinheiro com coisas fúteis, quando nos dedicamos mais às coisas seculares do que a socorrer os feridos? Temos obedecido ao Senhor quando queremos estar apenas dentro de quatro paredes, ou em nossos gabinetes, sem ao menos nos preocupar com os perdidos?

Quando esquecemos que a igreja existe para fazer discípulos, também nos esquecemos de quem somos e para que fomos chamados. Lembremos que em nosso “contrato” está escrito: “IDE, FAZEI DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES, BATIZANDO-OS EM NOME DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO; ENSINANDO-LHES A OBEDECER A TODAS AS COISAS QUE VOS ORDENEI; E EU ESTAREI CONVOSCO TODOS OS DIAS, ATÉ O FINAL DOS TEMPOS”. Esse é nosso compromisso como servos do Senhor. É isso que se espera que façamos!

Nós que sofremos tanto com a negligência dos outros para conosco e sua falta de responsabilidade em cumprir com seus compromissos, devemos pensar em quão responsáveis temos sido para com o Senhor. Deixemos de lado as desculpas esfarrapadas, irmãos, pois um dia o Senhor Jesus também cobrará todos os talentos que Ele nos deu, e se nós os tivermos enterrado, o que será de nós? Você pode até preparar uma boa desculpa para não evangelizar enquanto lê este texto , mas será esta desculpa válida diante do Trono?

Fico pensando em quanta tristeza e aborrecimento causam ao Senhor a nossa desobediência e negligência no cumprimento de nossas responsabilidades. Como na parábola dos agricultores que arrendaram uma vinha, o Senhor envia seus obreiros e até o Filho para cobrar aos arrendatários negligentes, e no entanto eles maltratam os servos e matam o Filho. Que fará o Senhor se, ao assumirmos a responsabilidade de cuidar da Igreja, não entregarmos os novos frutos que Ele espera de nós, antes nos irarmos com os servos e o Filho que Ele envia para cobrar nossos frutos? Estejamos prontos para prestar contas da vinha e entregar os frutos ao Senhor! Deus abençoe.

2 comments to Prestação de contas!

  • Anna

    UAU… eu precisava ler isso.
    Obrigada

  • larissa

    eu admiro muito o trabalho de vcs por isso que quero parabenizalos.
    obrigado por todo e que DEUS continua dando istrategia para vcs ganhar almas para JESUS amo muito vcs xauuuuuuuuuuuuuuu espero em breve estar ai com vcs amem gloria DEUS

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>