FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> A história de Luan | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

A história de Luan

Encontro Nacional da AMME Evangelizar
Para quem já percebeu que o mundo mudou
De 20 a 22 de março de 2009 [pré-inscrição aqui].

A história de Luan
Disruptura familiar, bullying, indefinição sexual, falta de padrões, ditadura gay – são alguns dos desafios que devemos enfrentar na evangelização contemporânea. Leia, reflita e comente a história de Luan.

Luan tem apenas 14 anos mas seu coração já esconde um grande peso. Seu pai saiu de casa logo depois que ele nasceu, e Luan cresceu com um sentimento de culpa por esta separação. Sem uma presença positiva do pai ele não desenvolveu uma identidade masculina bem definida. Seu profundo desejo de ser aceito pelos outros garotos confundiu-se com seu despertar sexual e ele começou a achar que é gay. Isso foi ainda reforçado pela enorme quantidade de propaganda sobre o homossexualismo na internet, grande violência verbal nunca reconhecida ou confrontada pela direção da escola; Um professor encarregado da educação sexual na escola também o induziu a aceitar essa idéia e o aconselhou a adaptar-se a ela. Recentemente Luan participou de uma festa rave onde foi levado por um adulto a consumir alcool e drogas, quem também abusou sexualmente dele. De volta em casa, confuso, sentindo-se culpado pelo que aconteceu e sem ter com quem conversar sobre o assunto, falou com amigos pela internet; Eles o desaconselharam a divulgar o abuso que sofreu pois isso poderia trazer problemas para as pessoas envolvidas na organização da festa e atrair a intolerância contra a comunidade GLS. E agora? Como falar do Evangelho a Luan? Como levá-lo a ser um discípulo de Jesus?

É por causa de Luan e de tantos jovens como ele que você precisa participar do Encontro Nacional da AMME. Nós vamos discutir os fundamentos da evangelização para esta geração. Você vai querer estar lá! [leia mais].

Importante: a história de Luan reflete fatos reais. Nomes, locais, datas e imagens foram alterados para manter a privacidade dos envolvidos. “Outros doze discípulos” é uma série de 12 casos que representam os maiores desafios da evangelização contemporânea. A Igreja Evangélica Brasileira precisa apresentar respostas suficientes para estas questões.

10 comments to A história de Luan

  • marcos gonzalez

    para falar de Jesus a este jovem é necessário estar revestido do amor de Deus, hoje em dia há preconceitos na igreja e tem certas igrejas que é bom nem convidá-lo para assistir um culto, os membros das igrejas tem que serem treinados a receberem todas as pessoas,voltando ao Amor de Deus, um crente revestido do amor de Jesus não terá preconceitos, irá ouvi-lo pregar o evangelho do amor, não o da condenação, irá suportar as recaídas dele no discipulado, irá providenciar um psicólogo para ele,e irá estar junto dele para ajudá-lo a vencer.

  • Josinaldo de Araújo Silva

    A paz !!!
    Nós, evangelistas adultos, temos que estar prontos para encarar esta situação a qualquer momento, justamente pelo alto índice de propagação do homossexualismo em todas as camadas da sociedade e suas faixas de idade. Quando se trata de pré-adolescentes, adolescentes ou jovens o assunto é mais delicado, porque alguns ainda não experimentaram o primeiro ato, outros praticaram e não gostaram, e muitos já estão nas mãos das legiões do mal. Em todos os casos, é necessário muito amor na condução do evangelismo, pois cada caso deve ser analizado e avaliado em si mesmo e à luz da Palavra. Três ponto, no entanto, tem que ser observados: 1. trejeitos efeminados adquiridos de uma educação predominantemente feminina não te obrigam ser um homossexual; 2. amor philos não pode ser confundido com amor eros ( o amor está em todas as relações humanas, o diabo se encarrega de confundi-los por conta da desinformação); 3. todo ser humano, em algum momento da vida, faz questionamentos sobre sua sexualidade ( o diabo é o promotor da dúvida e o apresentador das falsas certezas). A base é a mesma, mas há outras peculiaridades a serem avaliadas no caso do lesbianismo. Luan pode ser salvo, basta lembrar que só o amor é capaz de encobrir uma multidão de pecados.
    Graça, lágrimas e muito amor!!! Que o Deus da Paz os abençoe. Amém!

  • Em primeiro lugar, quero agradecer-los por estas histórias, tão reais, que podem ajudar a acordar a Igreja para Seu chamado de levar o Evangelho às ovelhas perdidas, aos filhos perdidos do Pai.

    Acho interessante que, até agora, esta história tem recebida poucos comentários – talvez refletindo o fato que muitas vezes nós, os evangélicos, não sabemos como lidar com aqueles que estão em situações como do Luan.

    Creio que a grande necessidade deste rapaz – alias dessa geração que, na sua maioria falta modelos de paternidade – é de conhecer o amor do Pai celestial.

    A Palavra de Deus promete que “o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Romanos 5:5), que “Porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho” (Gálatas 4:6), que não somos órfãos (João 14:18), mas temos recibido o “Espírito de adoção, pelo qual clamamos: Aba, Pai!” (Romanos 8:15).

    Eu creio que a revelação do amor de Deus Pai, junto com o entendimento e recebimento da graça salvadora do Senhor Jesus e a comunhão e intimidade com o Espírito Santo (1 Coríntios 13:13), libera e facilita o processo de salvação, restauração e transformação que essa geração tanta precisa. E esta revelação não é apenas uma exposição teórica sobre o amor Divino mas também consiste de encontros e experiências reais e verdadeiros com o amor do Pai através da Pessoa do Espírito Santo.

    Tenho visito o quanto que Deus quer derramar o Seu amor sobre os nossos jovens, e o quanto que muitos respondem a estas revelações e manifestações do Seu amor.

  • Gilson Carlos

    Graça e Paz a todos, principalmente a Luan!
    Com certeza Luan está enfrentando uma das maiores dificuldades existenciais, a de ser confrontado consigo mesmo e abalado psicologicamente.

    Falar do Evangelho a Luan não tem segredo pois o Evangelho é simples, como diz C.H Spurgeon: “Pregue o Evangelho em todo tempo, se for preciso use as palavras.”

    Claro que um tratamento psicológico é necessário para esse caso junto com o Amor, principalmente, daqueles que se dizem cristãos, dos amigos, familiares!

    Nós não podemos apagar as mágoas e as dores do passado, nem decidir qual será o futuro de ninguém, mas no presente podemos estar juntos com as pessoas que precisarem de nós; para ajudar-mos, abraçá-los, chorar junto, orar, ser amigo assim como é nosso amigo o mestre dos mestres JESUS!

    Gilson, Fortaleza-Ce (gilsus.carlos@hotmail.com)

  • Gilson Carlos

    Graça e Paz a todos, principalmente a Luan!
    Com certeza Luan está enfrentando uma das maiores dificuldades existenciais, a de ser confrontado consigo mesmo e abalado psicologicamente.

    Falar do Evangelho a Luan não tem segredo pois o Evangelho é simples, como diz C.H Spurgeon: “Pregue o Evangelho em todo tempo, se for preciso use as palavras.”

    Claro que um tratamento psicológico é necessário para esse caso junto com o Amor, principalmente, daqueles que se dizem cristãos, dos amigos, familiares!

    Nós não podemos apagar as mágoas e as dores do passado, nem decidir qual será o futuro de ninguém, mas no presente podemos estar juntos com as pessoas que precisarem de nós; para ajudar-mos, abraçá-los, chorar junto, orar, ser amigo assim como é nosso amigo o mestre dos mestres JESUS!

    Gilson, Fortaleza-Ce

  • Gilson Carlos

    Graça e Paz a todos, principalmente a Luan!
    Com certeza Luan está enfrentando uma das maiores dificuldades existenciais, a de ser confrontado consigo mesmo e abalado psicologicamente.

    Falar do Evangelho a Luan não tem segredo pois o Evangelho é simples, como diz C.H Spurgeon: “Pregue o Evangelho em todo tempo, se for preciso use as palavras.”

    Claro que um tratamento psicológico é necessário para esse caso junto com o Amor, principalmente, daqueles que se dizem cristãos, dos amigos, familiares!

    Nós não podemos apagar as mágoas e as dores do passado, nem decidir qual será o futuro de ninguém, mas no presente podemos estar juntos com as pessoas que precisarem de nós; para ajudar-mos, abraçá-los, chorar junto, orar, ser amigo assim como é nosso amigo o mestre dos mestres JESUS!

  • Gilson C.....

    Graça e Paz a todos, principalmente a Luan!
    Com certeza Luan está enfrentando uma das maiores dificuldades existenciais, a de ser confrontado consigo mesmo e abalado psicologicamente.

    Falar do Evangelho a Luan não tem segredo pois o Evangelho é simples, como diz C.H Spurgeon: “Pregue o Evangelho em todo tempo, se for preciso use as palavras.”

    Claro que um tratamento psicológico é necessário para esse caso junto com o Amor, principalmente, daqueles que se dizem cristãos, dos amigos, familiares!

    Nós não podemos apagar as mágoas e as dores do passado, nem decidir qual será o futuro de ninguém, mas no presente podemos estar juntos com as pessoas que precisarem de nós; para ajudar-mos, abraçá-los, chorar junto, orar, ser amigo assim como é nosso amigo o mestre dos mestres JESUS!

    Em minha opinião, é indispensável o acompanhamento de um profissional tipo: psicólogo, psicanalista, psiquiatra. Ler também é um ótimo remédio: Bíblia, livros voltados pra área psicológica (Augusto Cury, Larry Craab e outros)

    Desde já minha oração por todos que estão na mesma situação de Luan ou pior, que Deus abençoe!
    Gilson. Fortaleza – Ce

  • Paulo Melo

    Infelizmente histórias como esta t/~em se multiplicado em nosso cotidiano. Induzidas por falsos conceitos, baseados em valores distorcidos, milhares de adolescentes e jovens têm enveredado pelo caminho do homossexualismo. O mais intrigante é a apologia das mídias e mesmo do setor educativo, onde muitos profissionais acabam defendendo abertamente a bandeira GLS. Falo isso por que sou profissional da área de sociologia e professor de ensino médio. Incrível como de uns anos para cá os adolescentes e jovens têm se tornado praticantes do homossexualismo, isto é plenamente visível nas escolas, o núero deles têm se multiplicado enormemente. E isto sem dúvida é fruto da liberação sexual em nossa sociedade, permissividade lasciva e valores distorcidos. Há algum tempo fiz uma pesquisa e descobri que a Rede Globo vêm investindo pesadamente na apologia às práticas homossexuais através de personagens de seus seriados e novelas. Pasmem, mas desde a década de 1980, já apareciam neste programas relacionamentos homosexuais, às vezes de forma velada. Diferentemente de agora em que aparecem personagens abertamente defendendo tais práticas, para se ter uma idéia, destaco abaixo parte da pesquisa, a partir de uma matéria extraída de um divulgado site, no dia 28.5.2008 :

    “Casais homossexuais

    LUANA GODOY
    Em São Paulo

    Personagens homossexuais deixaram de ser tabu nas novelas brasileiras e conquistaram seu espaço. Na véspera do final da trama “Duas Caras”, de Aguinaldo Silva, a possibilidade de um beijo entre o casal gay Bernardinho (Thiago Mendonça) e Carlão (Lugui Palhares) é polêmica entre os telespectadores.

    Esta não é a primeira vez que o público espera um beijo homossexual no horário nobre. No folhetim global “América”, os atores Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro chegaram a gravar a cena, na qual selavam sua união, mas a emissora proibiu que as imagens fossem ao ar.

    A polêmica do “beija ou não beija” ganhou força nesta terça-feira (27), quando foi gravada a cena do beijo gay de “Duas Caras”. Resta esperar se a Globo irá exibi-la nos próximos capítulos.

    Enquanto isso, relembre os dez principais casais gays da televisão brasileira!

    LAÍS E CECÍLIA

    Um dos primeiros casais a causar espanto no público foi Cecília e Laís, vividas por Lala Deheinzelin e Cristina Prochaska, na novela “Vale Tudo” (1988). Elas interpretavam um casal de lésbicas assumidas e chegaram a passear de mãos dadas na trama de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères.

    Na época da exibição da novela, o público não aceitou a forma aberta dos personagens lidarem com a situação e a disposição delas em lutar pela homossexualidade.

    LEILA E RAFAELA

    As personagens Rafaela, vivida por Christiane Torloni, e Leila, interpretada por Silvia Pfeifer, também não foram aceitas pelo público. O casal de lésbicas morreu na explosão de um shopping no começo da novela “Torre de Babel”, da Rede Globo.

    Inicialmente apenas Rafaela morreria. Leila tentaria reconstruir sua vida, mas os telespectadores não aceitaram a união homossexual. Com isso, a emissora optou por matar as duas personagens para aumentar a audiência e não tocar mais no assunto.

    SANDRINHO E JEFFERSON

    Em 1995, o casal gay Sandrinho e Jefferson, personagens de André Marques e Lui Mendes, causou polêmica na novela global “A Próxima Vítima”. Na época, o ator André Gonçalves foi agredido por um grupo de preconceituosos.

    Na trama, os personagens levaram a relação sem que ninguém soubesse da sexualidade, por medo da reação dos familiares e amigos. No final, os dois driblaram o preconceito e terminaram juntos.

    ARIEL E TADEU

    Os personagens Ariel e Tadeu, interpretados por José Wilker e Otávio Muller, formavam um casal homossexual, cômico e apaixonado na novela global “Desejos de Mulher”. Os dois passavam noites assistindo filmes e usavam aliança de compromisso.

    O único problema do casal era com as constantes crises de ciúme de ambos. Ariel chegou a passar por situações constrangedoras. Virginia, interpretada por Silvia Pfeifer, resolveu transformá-lo em alvo de assédio sem saber de sua homossexualidade.

    JÚNIOR E ZECA

    Os personagens Júnior e o peão Zeca, interpretados por Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro, da novela global “América”, foram os que mais se aproximaram de um beijo para selarem o romance. Os dois chegaram a gravar a cena, mas a emissora não permitiu que fosse ao ar.

    Durante a trama de Glória Perez, o estilista Júnior tentava esconder a homosexualidade da mãe e até se casou para disfarçar. Ele teve um final feliz ao lado de peão.

    JENIFER E ELEONORA

    Jenifer e Eleonora, vividas por Bárbara Borges e Mylla Christie, demoraram para assumir seus sentimentos. As duas chegaram a dar um selinho sem querer antes de engatarem o namoro. Em uma das cenas, as duas aparecem dormindo na mesma cama, seminuas, como se tivessem se entregado.

    O tema foi abordado de forma sutil e as personagens caíram na graça do público. Na reta final de “Senhora do Destino”, as duas conseguiram até adotar uma criança.

    CLARA E RAFAELA

    Ao lado de Paula Picarelli, a atriz Alinne Moraes formou o casal homossexual da novela “Mulheres Apaixonadas”, de Manoel Carlos. Na trama, Rafaela e Clara enfrentavam o preconceito dos amigos e da família. Mesmo com a rejeição das pessoas, as duas trocavam carinhos explícitos.

    Rafaela era mais reservada para evitar brigas com as pessoas, enquanto Clara era a favor da liberdade de expressão e de um relacionamento aberto com a sociedade.

    RUBINHO E MARCELO

    O casal gay da novela “Páginas da Vida”, de Manoel Carlos, foi interpretado pelos atores Fernando Eiras e Thiago Picci. Na trama, os dois não sofreram preconceito e lidavam com a homossexualidade de forma natural. Os amigos aprovavam e respeitavam suas escolhas.

    A felicidade do casal ficou completa quando os dois assumiram a paternidade do bebê da empregada. Eles levantaram a bandeira da adoção de crianças por gays.

    RODRIGO E TIAGO

    Em “Paraíso Tropical”, os escritores Gilberto Braga e Ricardo Linhares optaram por abordar o homossexualismo de dois homens de forma estável. Os atores escolhidos para interpretar o casal Tiago e Rodrigo foram Sérgio Abreu e Carlos Casagrande. Os personagens moravam juntos e viviam um relacionamento de seis anos.

    Na reta final da trama, Tiago decide recusar uma proposta de emprego para não ficar longe de Rodrigo. Os dois terminam a novela juntos.

    BERNARDINHO E CARLÃO

    A novela global “Duas Caras”, de Aguinaldo Silva, chega ao fim neste sábado (31) e a polêmica gira em torno do beijo gay dos personagens Bernardinho e Carlão, interpretados por Thiago Mendonça e Carlão (Lugui Palhares).

    Os dois gravaram a cena nesta terça-feira (27). O beijo aconteceu após o casal assinar um contrato de união civil, em um cartório. Resta esperar para saber se a emissora vai ou não exibir as imagens. ”

    Interessante que todas são produções Globais, embora outras emissoras também produzam seriados e telenovelas é praticamente ausente a apologia à prática homossexual, diferentemente da Rede Globo. Destaco que tal apologia têm surtido tal efeito na vida de muitos adolescente e jovens, como foi destacado no caso em comentário.

    Mas acredito que existe uma saída para tais pessoas que queiram ser realmente esclarecidas. A realidade é que o Evangelho de Jesus Cristo é a saída, a libertação para o homossexual. Recentemente acompanhei o testemunho de um jovem qu deixou a bandeira GLS e abraçou a cruz de Cristo. É um testemunho marcante e prova que a evangelização de GLS é uma necessidade e está plenamente contemplada no Ide imperativo de Jesus, pois: “…quem crer será salvo.”
    Quanto ao método de evangelização creio que somente cheios e transbordantes do Espírito Santo é que conseguiremos alcançar essas pessoas. Somente o poder sobrenatural de Deus operado através de seu povo pode libertar e esclarecer esse tipo de público.

  • junior

    A Graça e Paz do Senhor Jesus Cristo a todos. O conflito que o adolescente de nome ficticio “LUAN” é bem parecida com minha,história essa que Jesus fez e fará sempre a diferença em minha vida.Eu também crescir em um lar cristão evangélico com minha avó que trabalhava em ministérios de compaixão e evangelismo hospitais,comunidades carentes e mais. Aos 10 anos fomos morar distantes de meus avós e aos 12 anos de idade sem a presença de meu pai que se separou de minha mãe e foi viver uma vida em adultério viivia em duplo sentimento de ser o único homem em casa nas responsabilidades de casa e ao mesmo tempo revoltado com meu pai,e homens mais velhos do que eu começaram a me induzir. Sentia a necessidade de chamar a atenção e entrei para academia de danças e como não podia pagar ofereceram uma bolsa em troca dançava em festivais de dança das escolas locais na capital e foi quando chegou a primeira oportunidade para estreiar em teatro de revista musical. Já com 18 anos entrei em mundos de prostituíçao,bebidas alcoolicas e drogas ilicítas e com comportamentos homossexuais, e cada vez mais que minha mãe e outros criticavam eu mais fazia. Já aos 33 anos de idade conhecir a Jesus Verdadeiramente em um ambulatório médico através de 1 enfermeira dentro da empresa Pública Federal na qual sou concursado a 7 anos. Sei que é dificil sair de uma situação dessas e principalmente no mundo atual cada vez mais degradante. Adolescentes e jovens durante a madrugada e noites em festas em boates e pelas ruas avisto em ir ao trabalho logo cedo eles caminhando de volta em situações horrivéis. É triste amados e muitas vezes não podemos fazer nada? Errado. Eu e você podemos fazer algo e o primeiro passo é se preparar a enfrentar situações adversas ao abordar adolescentes e jovens homossexuais. Essa é uma boa oportunidade para você que mesmo nunca foi resgatado pelo Senhor do homossexualismo ,mas como Jesus Cristo foi ao meio deles e os transformou. Ser cristão é difícil mas não impossível! Ser evangelista também não é impossível,mas necessário conhecer o meio em que vai realizar o trabalho evangelistíco. Aproveitem amados e prepararem-se nesse treinamento e outros que a AMME nos proporciona.
    Fiquem na Paz de Cristo. e prabéns a AMME por mais essa arma contra o inimigo.

  • luisa eterna dos reis

    Que a honra e gloria de sermos filhos do todo poderoso habite seu coração todos os dias.Tenho em minha família um sobrinho que está sendo enganado por satanás.Não sei o que fazer para ajudá-lo, ajudar minha irmâ que não acredita
    que Deus pode mudar esse quadro, e agora ela me disse que o filho do meio
    também confessou desjo por homens,como posso ajudá-los?Somos critãos
    há 16 anos.Um abraço, espero que Deus nos ajude atravéz de voçes.Abraços….

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>