FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Desvalorize-se! | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Desvalorize-se!

Desvalorize-se. Em um tempo em que há um grito pela valorização pessoal, cargos e posições, ouvir isso soa como se fosse uma heresia. Pode ser até uma ofensa à auto-motivação ou até mesmo a um discurso do tipo “você tem valor” ou “olhe um pouco pra você”, “pense em você agora” ou mesmo “você merece”.

O grande abismo em que vivemos hoje, em que mais de 3.000 povos na terra não têm a bíblia em sua própria língua, milhares de pessoas no mundo inteiro sofrem com a pobreza, abusos, guerras, calamidades. Pessoas sofrem por não ouvir falar de Jesus, têm os casamentos destruídos e vidas arruinadas.  Tudo isso é provocado pela falta de desvalorização de si mesmo. Atitudes egoístas que desenvolvemos por uma mensagem incessante. Valores esses que levaram até os seguidores de Cristo a modificar a mensagem principal que Ele nos deu somente para manter uma boa aparência perante a sociedade. Quanto mais olho para mim mesmo, menos me importo com o outro.

Vemos como esse pensamento edonista, com a busca desenfreada pelo prazer egoísta, nos levou ao mais raso evangelho que já se ouviu e já se viu. Igrejas, pessoas, líderes que não têm mais função em si e para o reino, não servem mais para nada, a não ser para se preocupar com o que chamamos de “politicamente correto”. Nâo fazem a diferença. Levando cada vez mais a mensangem principal do evangelho – “A Cruz” – para sentidos distorcidos e que apontam para seu próprio prazer ou que favorece a aquisição de seus próprios objetivos.

Aqui vai uma mesagem que falou muito ao meu coração com relação a isso. Jesus querendo ensinar seus seguidores e o fazia enquanto impediam as crianças de chegarem até ele, os advetiu: “Deixem vir a mim as criancinhas, não as impeçam… Quem não receber o Reino de Deus como uma criança, nunca entrará nele.” Lucas 18:15-17. Temo que isso deixe muitos de fora no último dia.

O que Jesus estava querendo dizer aqui nesse pequeno verso é que, assim como uma criança era desvalorizada, desprezada, rejeitada em sua época, também teríamos que receber o Reino de Deus. Não podemos ter a nossa vida como importante. Assim como aquelas crianças, sem nenhum valor em si mesmas podiam chagar até Jesus, assim temos que receber o Reino. E você, como é? Considera-se com algum valor? O que você possui que o valoriza?

Uma frase de A. W. Tozer, em Restaurando o Ardor Missionário de Ronaldo Lidório, fala a esse respeito: “Nada do que podemos tocar é eterno…” Mais para a frente, quando Jesus se encontra frente a Pilatos, prestes a morrer, também diz: “… O meu reino não é deste mundo…” João 18:36. O que estamos esperando para colocar todo o nosso tesouro naquilo que não se pode tocar? Para que algo aconteça e mude as estatísticas do segundo parágrafo é necessário voltarmos nossos olhos para o exemplo de  homens como João Batista, como Jesus, que não consideraram por valorosa suas vidas mas as entregaram para mudar a vida de muitos.

Meu apelo a você é que pare de olhar somente para si mesmo e comece a olhar para aquilo que é eterno. Meu apelo a você é que volte à mensagem da cruz e encontre nela a desvalorização necessária para ser grande no reino de Deus. Se Deus não estivesse interessado na salvação, na mudança da vida de milhares e milhões de pessoas ao redor do mundo, de seu mundo, não entregaria a vida de seu filho para isso.

Você tem muitas oportunidades de exercitar-se na desvalorização de si mesmo. E aconselho que faça. Você pode ajudar uma pessoa necessitada, você pode pregar a palavra para alguém e investir todo o seu tempo nisso, você pode doar seu carro, sua casa para o uso do Mestre, abri-la para que pessoas sejam ajudadas, não só com um banho ou comida mas também com a salvação. Existem muitas casas que podem ser ajudadas, como centros de hanseníase, asilos, prisões, alberges etc. Desvalorize-se. Abra mão de seu lugar na fila do banco, dê a preferência a alguém que está atrás de você, sente-se no último lugar. Ajude os desabrigados e sedentos de Santa Catariana enviando coisas boas para lá. Doe seu lugar. Perca seu direito e dê ele a quem precisa mais. Desvalorize-se! E receba o reino  de Deus.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>