FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Quem procura, acha | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Quem procura, acha

“Pois a sabedoria é mais preciosa do que rubis; nada do que vocês possam desejar compara-se a ela.” Pv 8.11

Costumeiramente, aos sábados, vou à casa de meus pais. Eles já são idosos e precisam de ajuda para ir ao supermercado, comprar remédios e outras coisas mais. Nesse último sábado, após as tarefas de sempre, meu pai me disse que seu canteiro de cebolinha tinha se acabado. Algo estava acontecendo, e queria minha ajuda. Ao ver o canteiro, descobri que as formigas estavam cortando tudo o que restava do cheiro verde. Minha tarefa naquele momento era procurar o formigueiro. Tinha um mato muito alto e eu tive que ficar ajoelhada no chão observando o caminho delas. Foi uma aventura de uma hora e meia mais ou menos no meio do matagal. Descobri, com muito custo, a “casa” dessas formigas quenquém no meio da bananeira. As quenquéns se assemelham às saúvas quanto aos hábitos gerais, embora façam ninhos subterrâneos, constituídos por uma única panela e com entradas caracterizadas pela presença abundante de hastes de capim. Colocamos o veneno em sua “panela” e meu pai ficou feliz da vida.

Encontrar o que se procura traz felicidade. Quero fazer uma comparação entre essa busca aventureira do formigueiro com a busca da sabedoria. Vivemos num tempo que tem sido marcado pela facilidade. Nas escolas, por exemplo, com apenas um “Control C” e outro “Control V” se copia um trabalho escolar. São raras as pesquisas, observações, entrevistas e outros meios de adquirir conhecimento. Há um desinteresse generalizado, mesmo em colégios particulares. A situação é tão gritante que sete em cada dez brasileiros estão classificados como analfabetos funcionais, ou seja, têm dificuldades de ler e interpretar pequenos textos e fazer os mais simples cálculos matemáticos. Precisamos, urgentemente, mesmo que em pequenas iniciativas, combater a ignorância, pois achar a sabedoria é achar um tesouro.

Combater a mediocridade é dever do cristão. Como diz o texto de Oséias: “Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-lo. Tão certo como nasce o sol, ele aparecerá; virá para nós como as chuvas de inverno, como as chuvas de primavera que regam a terra”. Como haverá conhecimento sem leitura e sem interpretação? “Se alguém de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus que a todos dá livremente” diz Tiago, mas é preciso ler para entender que é necessário pedir a Deus. Nós, como Igreja, Escola e Família devemos incentivar essa busca em todas as esferas do conhecimento, privilegiando o conhecimento que possibilita conquistar a vida eterna. Comece, por exemplo, sugerindo ou organizando você mesmo uma biblioteca ou uma livraria em sua igreja. Seja o agente que promoverá a necessidade de crescer em graça e em sabedoria.

Angélica Avona

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>