FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Sabedoria é bom remédio | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Sabedoria é bom remédio

remédio

Já ouvi muitas palavras como essas. Pobres consoladores são vocês todos! Esses discursos inúteis nunca terminarão?” Jó 16:2-3

Quem já passou por alguma experiência de enfermidade, em que teve de ficar acamado por alguns dias, pode se lembrar daquelas pessoas que vinham para a beira do seu leito, com longas histórias, algumas delas sobre doenças, o que agravava ainda mais o estado de saúde.

Tenho certeza que alguns já se sentiram como Jó em frente a amigos que agem irrefletidamente e sem sensibilidade. Mas é ainda pior quando fazemos o mesmo com outros, quando é nossa vez de levar conforto. Observando situações assim, percebemos que a maioria dos crentes não está preparada para a evangelização em ambulatórios, clínicas e hospitais. Em razão disso, deixo algumas orientações para você considerar na próxima visita a um enfermo.

Assim, ao fazer uma visita:

  1. Observe primeiro se o paciente está sob atendimento do médico ou de enfermeiros. Se este for o caso, aguarde fora do quarto.

  2. No caso de uma visita agendada e havendo mais pacientes no mesmo quarto, primeiro cumprimente todos, mas concentre-se naquele a quem você foi visitar.

  3. Deixe com o enfermo a iniciativa do aperto de mão e converse num tom de voz natural, nem tão alto e nem cochichando.

  4. Utilize a palavra de Deus com preparo e sabedoria. Alguns textos que tragam esperança ao paciente será muito conveniente. Não discuta religião.

  5. Ouça com atenção genuína sem ficar interrompendo o tempo inteiro para dar opiniões. Ouvir é um dom.

  6. Na condução da conversa, procure ressaltar a necessidade de um comprometimento mais forte com Jesus, como Senhor da vida. Se a pessoa já é salva, fale das promessas, da esperança e da herança espiritual que nos está reservada.

  7. Procure sempre sentir a dor do enfermo. Colocar-se na posição dele por alguns minutos, isto fará refletir o como ele deve ser tratado.

  8. Amor, muito amor e capacidade de relacionamento. O visitador deve ter amor no coração. Amor de verdade. Não dá para ser agradável profissionalmente.

  9. Desenvolva sua capacidade de relacionar-se afavelmente com todo o tipo de pessoas, seja ela calma ou irritadiça, aborrecida ou interessante, não importa.

  10. Levar sempre a conversa com brandura. Lembre-se que você está lidando com um enfermo. Não o deixe nervoso, pois ele pode ter uma piora em seu estado clínico. Por mais que você tenha a razão nesta situação, não discuta.

O que não fazer em uma visita:

  1. Não sente na cama do enfermo, pois, devido a sua baixa imunidade, pode agravar o estado de saúde.

  2. A duração de sua visita deve ser apropriada à situação do paciente. Não demore demais.

  3. Não faça visitas se estiver doente. Evite falar de suas necessidades e problemas. Jamais diga que passou por situação pior.

  4. Esteja com roupas limpas, não use perfumes fortes, cuide bem do seu hálito, lave bem as mãos ao entrar e sair do hospital.

  5. Quando fizer visitas com mais pessoas, fiquem todos do mesmo lado da cama, não fique virando para lá e para cá.

  6. O visitador não pode aparecer diante do paciente com uma fisionomia de preocupação e pessimismo. Ele deve manter uma fisionomia alegre, simpática e comunicativa. Por mais que o estado do paciente seja grave, nunca olhe com espanto, medo ou pena.

  7. Não tente fazer do quarto do enfermo uma congregação. Evite orações altas, muita cantoria. Quando orar, ore baixo e quando cantar, cante com suavidade.

  8. Não leve alimento para a pessoa enferma, afinal você não sabe que tipo de dieta o médico recomendou; Não mude a posição da cama; peça ao enfermeiro que o faça.

  9. Nunca prometa que Deus vai curar a pessoa, se realmente não o souber do Espírito.

  10. Não entre em qualquer quarto sem antes bater à porta.

Finalmente:

O Senhor Jesus disse em Mt 25:34-36 :

“Então o rei dirá aos que estiveram à sua direita: “Venham, benditos de meu pai!Recebam como herança o reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo. Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram; necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram.”

Fonte: Adaptado do livro Capelania Hospitalar de Dammy Ferreira e publicado na revista Evangelizar número 13. 

1 comment to Sabedoria é bom remédio

  • rosangela ricci roque

    Gostei muito do que li , é a primeira vez que leio algo sobre capelania hospitalar ,sou da igreja Batista do Calvario no Parana e tenho o ministerio com crianças ,evangelizo duas escolas todos os dias e gostaria que voces me mandassem mais ideias e dicas sobre esse assunto.

    DEUS OS ABENÇÕE ABUNDANTEMENTE!

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>