FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Conflito na África vale quanto pesa | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Conflito na África vale quanto pesa

Mundo mais seguro

4 minutos de leitura

Segue informações que li hoje pela manhã num boletim que recebo, creio que elas podem nos despertar e motivar mais ainda para intercedermos e agirmos de alguma forma na questão missionária da tão falada, comentada e sofrida África. A África paga caro pela guerra <!– @page { margin: 2cm } P { margin-bottom: 0.21cm } –>

Lis Horta Moriconi 04/04/2008 – 00:00

A África paga caro pela guerra. E há números que comprovam. Quando comparados a nações em situação de paz, os países africanos que vivem conflitos armados têm índices de mortes de crianças 50% maiores. Lá também moram 15% das pessoas do mundo com deficiência alimentar. A expectativa de vida é de cinco anos ou menos; há 20% menos adultos alfabetizados; há menos comida (12,4% por pessoa) e menos médicos (2,5 vezes menos médicos por paciente).

Novas pesquisas estão medindo o impacto do conflito armado sobre a população africana. A agência não-governamental Saferworld, com base no Reino Unido, é uma das organizações que esperam que os resultados das pesquisas possam influenciar diretamente os propositores de políticas públicas, indicando que é necessário investir mais na população refém da guerra e do conflito.

De acordo com o relatório Peace and Security in Africa (Paz e segurança na África), “o conflito armado custa à África 18 bilhões de libras por ano. Isso significa um custo de 300 bilhões de libras entre 1990 e 2005 – mais ou menos a mesma quantia destinada ao continente por organismos de ajuda humanitária no mesmo período.” O relatório questiona a eficiência do envio dinheiro à África uma vez que “nada mais é feito para prevenir o conflito violento.”

O relatório tem como objetivo avaliar se e quais progressos foram alcançados em termos de redução da pobreza e auxílio ao desenvolvimento na África, que eram metas da Comissão para a África (CfA), fundada pelo ex-primeiro ministro britânico, Tony Blair, e apoiada por seu sucessor, Gordon Brown. Em um apelo público pelo cumprimento das Metas do Milênio da ONU, Brown falou sobre “um consenso internacional sobre o que precisa ser feito para combater os problemas de desenvolvimento do continente africano.”

“O relatório avalia o grau de comprometimento da comunidade internacional com as promessas que fez em relação à paz e à segurança em 2005. Esperamos que o apelo público em alcançar as Metas do Milênio faça com que a segurança esteja no centro das políticas para o desenvolvimento e com que haja consciência de que sem isso não será possível alcançá-las até 2015”, afirma Thomas Donnelli, da Saferworld.

Maior progresso no controle de armas

“Esperamos também que o grupo de atores internacionais responsáveis por políticas relativas ao conflito violento na África percebam e ajam no sentido de implementar urgentemente as recomendações da Comissão de paz e segurança”, acrescenta Donnelli.

A CfA lançou em 2005 nove recomendações, incluindo o aumento da ajuda ao continente. A Comissão também destacou que “a ajuda poderia ser mais efetiva em políticas para redução do conflito.”

Segundo o relatório, das nove recomendações feitas pela Comissão para a paz e segurança na África, a que mais teve sucesso nos últimos três anos foi a que pede para “se iniciar uma negociação em direção a um Tratado Global de Armas (ATT, do inglês Arms Trade Treaty).” Uma resolução sobre o ATT foi levada adiante durante a Assembléia Geral das Nações Unidas em outubro de 2007, com a vasta maioria das nações (100) se posicionando em favor da criação do tratado.

Comissão de Consolidação da Paz falha em prevenção

As outras oito recomendações são: incorporar a avaliação do conflito aos gastos com a ajuda financeira; esclarecer os papéis e as responsabilidades das Nações Unidas e dos organismos regionais de prevenção e resolução de conflito; perdoar a dívida externa de países em situação de pós-conflito; controlar o comércio de recursos naturais que financiem guerras; desenvolver e implementar recomendações para companhias que operem em áreas de risco de conflitos violentos; financiar, no mínimo, 50% do Fundo para a Paz da União Africana; adotar acordos legalmente vinculantes mais efetivos sobre negociações territoriais e extra-territoriais de armas; e estabelecer uma Comissão de Paz da ONU para atuar em prevenção e no pós-conflito.

A Comissão de Consolidação da Paz (PBC, do inglês Peace Building Comission), criada pela ONU em 2005, já trabalha em seus dois primeiros casos, Burundi e Serra Leoa, mas limita suas atividades à consolidação da paz no pós-conflito e ainda não incorporou atividades de prevenção da violência, como recomendado no projeto original.

Traduzido por Aline Gatto Boueri

Saiba mais:

Violência armada e desenvolvimento

Em outros sites:

Saferworld: “Peace and Security in Africa” (arquivo em formato pdf, em inglês)

2 comments to Conflito na África vale quanto pesa

  • jéssica de oliveira

    Achei importante esse site porque ajuda as pessoas ficarem atentas com
    o que acontece na África.Ou seja terem uma visão ampla do que acontece com determinados continentes.

  • 1 Remanescente

    Paz seja contigo irmã Jéssica

    Obrigado por comentar essa matéria em nosso site. Sempre oramos ao Senhor para que continue despertando a igreja para orar e evangelizar os povos que carecem da salvação.

    Que o Senhor te fortaleça e continue te dando a visão missionária!

    Estamos juntos!!

    1 Remanescente
    AMME

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>