FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> AMME Evangelizar no Paraguai | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

AMME Evangelizar no Paraguai

Ajudando as igrejas brasileiras a evangelizar todo mundo!

Nossos missionários têm sempre alertado as igrejas evangélicas brasileiras sobre a responsabilidade que temos para com os brasileiros que estão dispersos por vários países. A maioria deles saiu para ganhar dinheiro, mas está perdendo a alma e a família. A igreja de cada país não tem a capacidade e, muitas vezes, nem a vontade para alcançá-los. A Igreja Brasileira deve estender-lhes a mão além das fronteiras.

No dia 07 de outubro de 2007, com mais dois missionários e uma equipe de oito voluntários do Rio e de São Paulo, estive na região de Naranjal – Alto Paraná, no Paraguai, acerca de cem quilômetros de Foz do Iguaçu. Nosso objetivo era fazer uma pesquisa sobre a realidade dos brasiguaios e suas necessidades para a evangelização. Os brasiguaios são brasileiros que migraram, principalmente da região sul do Brasil, em busca de terras agricultáveis no país vizinho. Nossa pesquisa nos levou à evangelização em escolas, de casa em casa e em praça pública, sempre ouvindo as pessoas, observando e também mantendo contato com líderes.

Na evangelização de três escolas, a equipe alcançou aproximadamente mil duzentos e cinqüenta crianças, adolescentes e jovens. Foi uma semana de trabalho árduo, mas recompensador para a obra de Deus; o “Ide de Jesus” foi cumprido por meio de cada voluntário que dispôs tempo e recursos para cooperar com a pregação do evangelho. As informações que coletamos nesta primeira viagem serão publicadas na revista Evangelizar, e outras viagens de pesquisa e evangelização serão organizadas para obter mais informações que ajudem a Igreja Brasileira a desenvolver um trabalho relevante para aqueles brasileiros.

Quero ressaltar aqui dois fatos animadores para que você glorifique ao Senhor conosco. Depois da visita às escolas e entrega do Livro da Vida, a equipe saiu para evangelizar de casa em casa, convidando a população da região para participar da Celebração da Vida, programação que visa a pregar a mensagem do evangelho de forma simples e direta em um ambiente neutro. Compareceram cerca de trezentas pessoas – cerca de 10% da população urbana: adultos, jovens e crianças. Uma menina, de família muito católica, que recebeu o Livro da Vida na escola e o convite para participar da celebração, mesmo sabendo que no momento da Celebração da Vida seria realizada a missa da igreja católica local, insistiu tanto que a mãe cedeu e foi lá conhecer a missionária e o trabalho que estava sendo realizado. Assim, elas tiveram oportunidade de receber a mensagem de Deus para suas vidas.

O segundo fato marcante aconteceu depois que a equipe finalizou a apresentação de peças de teatro evangelístico, na praça central da cidade de Naranjal. Um grupo de garotos se aproximou da missionária Daniela, uma das monitoras da equipe. Ela perguntou para um dos garotos se ele havia gostado da apresentação. O menino respondeu imediatamente que não havia gostado. Preocupada, Daniela perguntou a razão e o menino então disse: “Eu não gostei, eu adorei!”. Ao perguntar o nome do garoto, ele disse se chamar Luiz Henrique Freitas, de 13 anos. Os dois se sentaram e conversaram por, aproximadamente, trinta minutos, o suficiente para Luiz abrir o seu coração. Ele foi relatando uma vida de rejeição, abandono, complexo de inferioridade e morte de sua mãe. Seu pai casou novamente, deixando ele com a madrasta, que acabou colocando ele em um orfanato por causa da dificuldade financeira. Aquele menino disse uma frase que não saiu dos ouvidos de nossa missionária: “Me sinto muito sozinho”. Os dois choraram muito. Daniela lhe falou sobre o interesse de Deus por ele, e que o Senhor poderia mudar aquela situação, e ela o ajudaria também. No mesmo dia, Daniela conversou com o pastor Ramon Agüerro, da Iglesia Bautista Renacer que, com sua esposa, se mostraram muito interessados em ajudar aquele garoto. Uma visita a Luiz foi programada para o dia seguinte, um domingo. Ele estava sob guarda na delegacia local por falta de outro lugar em condições de mantê-lo. No momento em que chegaram ali, Luis estava sendo maltratado por um policial. O pastor Ramon, vendo aquela situação, movido pela sabedoria que vem de Deus, pôde ministrar a palavra simples e pura de salvação para aquele garoto; foi feita uma oração ali, ele foi convidado para ir à igreja. À noite, Luiz estava lá recebendo Jesus em sua vida como o pai que lhe falta e como Senhor. Uma verdadeira família o abraçou.

Para mim, um dos momentos mais intensos foi o apelo que fiz em praça pública. Por pressão do tempo, não havia como chamar as pessoas à frente, então expliquei que faria uma oração e o que ela significava; convidei os que quisessem fazer a oração comigo a repetir o que eu diria. Pensava ouvir quase nada daqueles corações tão envolvidos com o trabalho, dinheiro e bens materiais, mas o que se ouviu foi um forte e distinto som de mais de uma centena de pessoas repetindo, com convicção, a oração de entrega. Ao final, apresentei o pastor Ramón e sua esposa Jonicéia para que as pessoas que fizeram a oração procurassem apoio. Aquele pastor e sua esposa ficaram muito gratos pelo apoio que receberam e disseram que o que aconteceu ali foi inédito. Nunca se colheu tanto resultado.

4 comments to AMME Evangelizar no Paraguai

  • silvia

    Pastor José, preguei a mensagem, como tu ensinaste, em Cachoeirinha, fiz o apelo e quatro almas aceitaram Jesus!!! Fiquei muito feliz.

  • A paz do Senhor Jesus,gostei muito so seu site,e achei uma benção ,muito edificante,parabéns.
    Aproveitando gostaria que visitasse este site no youtube é de minha esposa Regina Rodrigues.
    http://www.youtube.com/watch?v=NOq23VUxfcA
    Que Deus abençõe muito sua vida.
    Evangelista Vilson Rodrigues.

  • VILSON

    PASTOR A PAZ DO SENHOR JESUS CONTE COM NOSSO APOIO A ESTE TRABALHO DE EVANGELIZAÇÃO,SOU EVANGELISTA VILSON RODRIGUES E MINHA ESPOSA CANTORA REGINA RODRIGUES.
    NOSSO TEL. PARA CONTATO É 011-22824273 OU 011-6661-2630.,E MEU SITE.
    http://www.youtube.com/watch?v=NOq23VUxfcA
    QUE DEUS ABENÇÕE EM NOME DE JESUS.

  • A paz do Senhor Jesus,quero deixar tambem o meu comentário,e dizer que :
    Este site é uma benção,e muito edificante,pois é disso que as pessoas precisam..
    Aproveitando,deixo o meu site tambem nesta página.
    http://sites.google.com/site/verpracrer2009/
    Que o Senhor Jesus os abençõe ricamente.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>