FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Capacitação pelo estudo organizado | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Capacitação pelo estudo organizado

A pesquisa é uma forma de ampliar o conhecimento e, conseqüentemente, a capacitação do profissional; e não é diferente com o evangelista que deseja dar o seu melhor para o Mestre.

Deixo aqui um treinamento, realizado com os missionários da AMME, no sentido de buscar adquirir conhecimento pela pesquisa, levando em consideração aspectos de organização que otimizem o tempo.

Sugestões para desenvolver uma boa pesquisa

“A lição fundamental de minhas viagens e labutas foi a de que, sem um conhecimento anterior e sem treinamento é possível encontrar o caminho através da informação personalizando-a, decidindo o que se deseja obter com ela, ficando à vontade com a própria ignorância”.
(Richard S.Wurman em Ansiedade de Informação)

Um bom resultado de pesquisa só pode ser alcançado com o esforço direcionado. Dar tiros para todos os lados gasta tempo demais e nem sempre traz os resultados esperados. Para facilitar um pouco, seguem algumas orientações básicas:

1. Estabeleça um assunto e o objetivo de sua pesquisa
Quem?
Para saber que tipo de pesquisa será feito é importante definir quem é o público alvo das informações levantadas, se é para uma pessoa, um grupo específico ou para conhecimento pessoal. Outra observação importante é o nível de conhecimento do grupo ou pessoa para quem se destina a pesquisa.

Quê?
Determinar a linguagem e a forma de apresentação dos resultados facilita a escolha do meio utilizado para colher os dados. Ao estabelecer para quem se destina sua pesquisa, você já entende o nível da linguagem que utilizará tanto da fonte de pesquisa como na apresentação dos resultados. Se for para conhecimento pessoal, você deve saber o quanto quer saber e o grau do seu conhecimento prévio do assunto – se você sabe pouco ou quase nada, não adianta buscar textos extremamente elaborados, cheios de termos técnicos que você ignora totalmente; até pode chegar nesse ponto, mas é interessante começar do básico. Esse mesmo princípio pode ser aplicado para a pesquisa que visa a apresentação a outras pessoas. Que você procura, algo complexo ou simples?

Onde?
Quais os recursos utilizados para obter as informações: internet, livros, entrevistas, outros… Isso é sua fonte de pesquisa, que pode ser escolhida de acordo com sua disponibilidade e objetivo na pesquisa.

Quando?
Definir o tempo que tem para a pesquisa a fim de se organizar para escrever sobre as informações levantadas ou preparar algum material necessário além do escrito. Algumas vezes escolhemos fontes que não nos fornecem as informações necessárias, e aí é preciso mudar o rumo da busca para obter resultados e isso pode tomar mais tempo.

Por quê?
Delimitar o objetivo da pesquisa. Tenha em mente as perguntas que você espera responder para que você possa avaliar se o material que você está usando está acompanhando sua necessidade.

2. Analise a fonte (texto) de sua pesquisa
Quem?
É importante sempre verificar quem é o autor do documento que for utilizado para pesquisa, especialmente saber se é possível entrar em contato com ele, se é um especialista na matéria, se o documento exprime uma informação de cunho individual ou de uma instituição. Se você não tem a menor idéia de quem é o autor, cuidado antes de afirmar o que ele afirma.

Quê?
Se for página da internet, verifique se é institucional, associativo ou comercial. Outra coisa a ser vista é se a competência e a confiabilidade do site ou de seus autores são reconhecidas. O redirecionamento é feito para outras páginas confiáveis? Em relação à pertinência das informações, é importante verificar: se são as informações procuradas; se o nível de informações atende a minha exigência; se o assunto pesquisado é tratado de forma simples ou suficientemente elaborado; se há algo novo nas informações que precise ser confirmado por outra fonte.

Onde?
Ao pesquisar na internet, é possível entrar em páginas de idioma português, mas que não é brasileiro. É necessário ver se o site é de origem brasileira ou de outro país e se as informações correspondem ao espaço geográfico que queremos e se valem para outros contextos geográficos. O português de Portugal difere na escrita, em algumas regras e até no sentido de algumas palavras.

Quando?
A verificação do período é importante para saber se atende ao assunto, para isso é necessário verificar quando foi escrito e qual o tipo de mudança que pode ter ocorrido no espaço de tempo que separa o contexto da escrita e o do momento da necessidade do pesquisador. Em caso de site, a informação da última atualização pode ajudar.

3. Sobre pesquisa na internet
– Dê preferência a sites de instituições conhecidas
– Cuidado especial com informações de blogs
– Registre o endereço do site ou salve nos favoritos para encontrar depois e sempre cite nas referências bibliográficas (mesmo em caso de imagens que você utilize impressa ou em power point)
– Diferença do google (mais amplo nos resultados)/cadê- yahoo (mais limitado, porém vai mais direto no assunto pesquisado) / escolha de palavras para pesquisa atende a um padrão de internet, é preciso ficar atento para escolher os termos.

4. Sobre pesquisa em biblioteca
– Uso do computador (busca por autor/título/assunto/data, etc)
– Anotar classificação do livro para procurar nas prateleiras, que normalmente possuem uma orientação por área
– Consulta (periódicos e obras de referências não podem sair da biblioteca e os livros são para empréstimo aos associados)

5. Fichamento
Quando é grande o volume de informações em um espaço de tempo relativamente curto, temos a tendência de nos perdermos em meio a tantas informações. Podemos evitar o esquecimento organizando essas informações. Essa é a função do fichamento: organizar as informações para facilitar um futuro retorno àquele texto ou livro. Dessa forma, poupamos trabalho, e tornamos nossa leitura mais eficiente. Assimilamos melhor as informações.

Não tem regras fixas para fichamento. O importante é que o fichamento contenha as informações de seu interesse e que ele seja sintético, de fácil leitura. Vale lembrar algumas dicas: se fizermos o fichamento na 1ª leitura, temos a tendência de copiar o texto inteiro! Na 1ª leitura, somos apresentados a uma grande quantidade de informações novas, e ainda não conseguimos identificar as partes realmente relevantes. Faça a 1ª leitura de uma forma rápida procurando entender o contexto geral. Na 2ª leitura procure tópicos que sejam relevantes para você. Quanto mais leituras, maior é a assimilação do texto. Faça quantas leituras você achar importante! Tenha sempre em mente o que você quer ao ler aquele texto. Isso ajuda a não escrever informações supérfluas no fichamento. Esquemas facilitam muito a leitura de informações

6. Modelos para referências bibliográficas
Modelo de citação da internet
Cohen, Laura (2002), “Conducting research on the internet”. Pesquisado em 6 de Junho de 2002, <http://library.albany.edu/internet/research.html>.

Livros:
BREMMER, Lynn M., IASI, Anthony F., SERVATI, Al. A Bíblia da Intranet. Tradução de June Alexandra de Camargo. São Paulo: Makron Books, 1998.

Algumas opções boas de pesquisa para o evangelista é Sociedade Bíblica do BrasilMinistério Monte Sião.

1 comment to Capacitação pelo estudo organizado

  • Pr. Moisés Romero

    Achei muito interessante as colocações e também muito apropriadas , creio que poderiam ser otimizadas se estivessem voltadas para o nosso momento político social , eu poderia ajudar um pouco neste contexto, recebi treinamento específico nesta área e hoje tenho tido a oportunidade de multiplicá-lo na ESG , (Escola Superior de Guerra) , assim como , com uma certa adaptação , temos desenvolvido palestras para o Varejo no Brasil através da ABRASCE , e ABF.
    Tive a oportunidade de comtemporanizar e desenvolver um estudo para o Governo Federal , realizado ha 17 anos pela FUNDEPE (Fundação de desenvolvimento e pesquisa ) mantenedora hoje da UFMG.
    Caso possa lhes ser útil , mantenham contacto.
    Deus os abençoe.
    Pr. Moisés Romero

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>