FILE__).'/'); require_once(ABSPATH.'wp-settings.php'); ?> Currículo para capacitação de missionários | Evangeliza Brasil

Contatos

Acompanhe o trabalho da AMME pela evangelização, apoie essa grande obra.

Para contato por e-mail com o portal da evangelização escreva para: portal@evangelizabrasil.com

Para contato telefônico com a AMME Evangelizar e Salva Vidas prefira ligar para (11) 4428 3222.

Atenção: Novo endereço do escritório da AMME - Avenida Itamarati, 192 - Vila Curuçá, Santo André - SP, 09290-730

Facebook: Curta a página da AMME no Facebook [clique]

Ofertas

A AMME evangelizar é sustentada biblicamente, pelas ofertas daqueles a quem serve (Gl 6:6).

Doe agora (pagseguro), faça sua oferta , com segurança e facilidade. Clique no botão ‘Doar’ e siga as instruções.

 

Deposite sua oferta para AMME no Banco do Brasil Agência: 1557-1 Conta: 115278-5

Para ofertas mensais solicite boletos por telefone: (11) 4428 3222, e-mail: portal@evangelizabrasil.com

Para ofertas em material, equipamento e serviço consulte as especificações pelo telefone (11) 4428 3222

Currículo para capacitação de missionários

Curso de Habilitação para o Trabalho Missionário (HTM) da Escola Superior de Missões da AMME Evangelizar. 

Considerando as competências que a AMME contempla na habilitação para o trabalho missionário, conforme o artigo sobre o assunto (veja aqui), nos parâmetros da matriz de relacionamentos fundamentais X áreas de competência, desenhou-se o seguinte currículo para o curso de Habilitação para o Trabalho Missionário (HTM) da Escola Superior de Missões da AMME, que obedece à fórmula ADT do Programa de Planejamento Dinâmico JoB*:

1. Área – Capacidades: A resposta à área de capacidades, conhecidas na rede GlobeServe como “ser”, é a adaptação. Capacidades são inerentes ou tão primariamente desenvolvidas que o missionário deve aprender a realizar o seu trabalho e produzir resultados respeitando-as.

O trabalho de adaptação será realizado através de um deão que se encontrará periodicamente com o aluno para examinar as capacidades existentes e produzir as necessárias adaptações objetivando os resultados esperados. Neste âmbito, os alunos serão orientados também para as competências prévias e as de aquisição adicional ao curso.

2. Área – Conhecimentos: A resposta andragógica para a necessidade de conhecimentos (na GlobeServe corresponde a “saber”) é o desenvolvimento do aluno através de aulas com os melhores recursos didáticos, de exposições a experiências de campo. Nesta área o currículo está organizado em dois ciclos, um básico e um específico. No ciclo geral, todos os alunos poderão cursar juntos os módulos, não importando, inclusive, o momento em que o aluno inicia seus estudos. Somente poderão iniciar o ciclo específico os alunos que completarem o ciclo básico.  No ciclo específico cada aluno se aprofundará no tema de seu próprio projeto missionário, preparando-se efetivamente para sua entrada no campo. Os alunos serão monitorados individualmente ou em pequenos grupos de interesse.

Dezoito módulos estão previstos, 12 no ciclo básico e 6 no ciclo específico. Dois módulos do ciclo básico serão ocupados com a programação “Semana Missionária”, em que serão tratados assuntos complementares ao currículo, principalmente relacionados com o despertamento da Igreja para missões.

  1. Semana Missionária 

  2. Método indutivo de estudo bíblico

  3. Planejamento e administração

  4. Levantamento e gestão de recursos

  5. Disciplinas espirituais

  6. Técnicas de evangelização I (abordagem)

  7. Técnicas de evangelização II (continuidade)

  8. Ação social evangelizadora 

  9. Desafios contemporâneos (Quatro Cantos)

  10. Semana missionária

  11. Missiologia (Teologia + Geografia nac. e mund.)

  12. A família do missionário

  13. Projeto Missionário Específico (PME1)

  14. Precedentes: História

  15. Atualidade: Geografia, antrop., econom., política

  16. Apologia Bíblica + Religiões

  17. Tendências e oportunidades

  18. Projeto Missionário Específico (PME2)

3. Área – Habilidades: As habilidades (“Fazer” na GlobeServe) pedem treinamento como resposta didática. O treinamento é conduzido principalmente através de laboratórios e experiências de campo. Seis tipos de atividades estão previstas:

  1. Estudo bíblico “MIND”: 300 textos bíblicos a serem estudados pelo médodo indutivo, cobrindo porções bíblicas chaves e atendendo a necessidades pessoais e ministeriais do aluno, resultando em um acervo de recursos.

  2. Estágios monitorados: Evangelização com técnicas e públicos diversos deverá ser realizada conforme apresentada e acompanhada através de relatórios, para avaliação sempre pelos resultados obtidos.

  3. Viagens missionárias: Duas viagens farão parte do programa. A primeira, a ser realizada na metade do ciclo básico, será uma viagem para todos os alunos, com duração de sete a dez dias, a um destino mais próximo cultural e geograficamente. A segunda viagem, a ser realizada em pequenos grupos com Projeto Missionário Específico similar, terá duração próxima de trinta dias, e terá um destino par com o PME.

  4. Missões em debate: Mensalmente um dos temas difíceis de missões será colocado em debate, para dar ao aluno uma ampla visão sobre todas as possibilidades relativas ao tema. Assuntos como o salário do missionário, a profundidade da aculturação, a administração do tempo serão incluídos.

  5. Encontros missionários: Mensalmente missionários que estão no campo virão se encontrar com os alunos para compartilhar experiências e responder questionamentos sobre sua vivência ministerial.

  6. Leituras dirigidas: Textos complementares aos estudos serão indicados para leitura, resenha, comentário e aplicações.

Avaliações: As avaliações privilegiarão a aquisição de competências e não a aquisição de mera teoria. Mesmo assim, o programa não navega sobre premissas para o conhecimento heurístico, mas se fundamenta em sólidos princípios bíblicos.

O Programa de Planejamento Dinâmico JoB* foi desenvolvido pelo missionário José Bernardo e é aplicado pela AMME Evangelizar para o planejamento e administração tática, estratégica e operacional.

13 comments to Currículo para capacitação de missionários

  • […] Escola de Missões: currículo? […]

  • […] Escola de Missões: currículo? […]

  • […] Escola de Missões: currículo? […]

  • vilsonmar souza

    Achei muito interessante e gostaria de conhecer melhor a filosofia de trabalho missionário desta instituição AMME.

  • Jaciara Vieira de Castro

    Estou maravilhada com a filosofia e praticidade do trabalho missionário desta instituição. Continuo desejando conhecer mais.

  • Andrea Espirito Santo

    Quero receber mais informações, estou muito interessada!
    * Resposta da AMME por e-mail

  • REDINALDO TAVARES

    Estou contente por demais, em poder voltar a escrever neste site e mais ainda por saber que foi aberta uma porta para treinamento e capacitação de missionários para o campo…
    Como gosto de figurar a linguagem, o mundo é um campo de batalha e o missionário é um soldado de Cristo neste campo… `preciso que haja soldados capacitados neste campo de batalha e não aventureiros e/ou descompromissados… Está acontecendo uma batalha neste momento e qual tem sido a nossa posição nesta batalha ?

  • adão de amorim

    gostaria de fazer o curso de missoes
    *Resposta da AMME por e-mail

  • Heloisa

    quero receber mais informaçoes ,gostaria de fazer o curso
    eu sou do Rio de Janeiro
    Resposta da AMME por e-mail

  • marcia

    gostaria de receber informações sobre o curso, localidade e custos.
    sou de são paulo.
    *Resposta da AMME por e-mail

  • marco gama

    gostaria de receber informações sobre o curso , localidade e custos sou do rio de janeiro.
    *Resposta da AMME por e-mail

  • Sarah

    Gostaria também de pedir mais informações sobre este curso…sou do Rio de Janeiro..
    Um abraço em Cristo
    *Resposta da AMME por email

  • Maria

    Gstaria de receber mais informação sobre o curso
    Obrigada!

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>